Ultima atualização: 2 de agosto de 2021

Como escolhemos

12Produtos analisados

28Horas investidas

10Estudos avaliados

30Comentários coletados

O mel é um produto natural cada vez mais procurado. Cada vez mais consumidores estão se tornando conscientes de suas propriedades e a tornaram parte de suas vidas diárias. Nós também recebemos informações sobre os diversos tipos de mel no mercado.

Embora deva ser dito que há muito mais do que podemos encontrar, devido à sua localização e acessibilidade. É um produto cujo processo de extração envolve muito trabalho, por isso devemos pagar um preço justo por ele. Preste atenção em tudo o que temos para lhe dizer para escolher o melhor mel para você e conhecer todos os seus benefícios.




O mais importante

  • O mel tem sido um produto altamente valorizado e importante por milhares de anos. Ele tem grandes benefícios à saúde e propriedades nutricionais.
  • Há muitos tipos de mel no mercado que variam de acordo com sua origem e estação do ano.
  • Tudo em excesso é ruim, mesmo que tenha tantos benefícios quanto este grande produto. Consulte nossas recomendações e leve em conta as possíveis contra-indicações para a sua saúde.

Mel: nossa recomendação dos melhores produtos

Guia de compras: O que você precisa saber sobre o mel

O mel tem grandes propriedades e benefícios para a saúde. Neste guia, nós lhe forneceremos todas as informações sobre ele, juntamente com referências científicas comprovadas para fornecer as informações mais confiáveis. Esperamos que você possa se beneficiar disso e que você se volte para ele sempre que tiver alguma dúvida. Preste atenção!

O trabalho dos apicultores na produção é muito importante para a produção de um produto de qualidade. (Fonte: Anete Lusina: 5247994/ Pexels)

Que tipos de mel existem?

O que temos descoberto ao longo dos anos, especialmente aqueles apaixonados por mel, é a grande variedade de tipos de mel que podem ser encontrados no mercado. Nós também podemos distingui-los por muitos fatores que dependem de onde eles vêm ou como eles são colhidos.

Vamos diferenciá-los em multifloral (combinação de flores), monofloral (extrato de uma única planta) e mel da floresta (das folhas das árvores). O tipo também dependerá da estação do ano.

  • Méis multiflores: Os méis multiflores serão compostos no produto final com o trabalho de coletar néctar de todos os tipos de flores. Isso dependerá da área e da estação do ano. Aqueles colhidos na primavera terão um sabor mais suave, ao contrário daqueles produzidos no verão, que têm um sabor mais forte e intenso.
  • Méis monoflorais: Embora atualmente a maioria dos méis sejam multiflorais, existem tipos de uma flor ou planta específica. Além disso, para obter o néctar de uma única flor, os apicultores devem colocar suas colmeias em áreas "restritas" para que as abelhas só possam polinizar plantas da mesma espécie.
  • Méis da floresta: Isto vem da coleção de abelhas da floresta, então o mel que elas produzem virá da coleção de folhas das árvores. Normalmente é produzido quando as abelhas já polinizaram o resto das flores, ou seja, quase no outono.

Cada tipo de flor irá variar de acordo com a época do ano em que ela é produzida. Todos esses fatores irão alterar os preços do mel, já que se trata de uma produção mais específica.

Abaixo, detalharemos os tipos de mel mais consumidos, embora possamos encontrar muitos mais. Nós lhe mostramos uma tabela para que você possa facilmente diferenciá-los.

Temporada Cor Sabor
Mel de rosmaninho Primavera Muito leve Suave
Mel de flor Primavera Âmbar, translúcido Suave
Mel da floresta Fim do verão-setembro Âmbar escuro Peculiarly salgado
Mel de flor de laranjeira Primavera Âmbar claro Doce com leve acidez
Mel de eucalipto Inverno Âmbar variável Intenso
Mel de tomilho Primavera tardia Âmbar claro Intenso e persistente
Mel de azinheira Agosto-Setembro Âmbar escuro quase preto Intenso e maltado
Mel de montanha Primavera Âmbar avermelhado Frutado mas ácido

No que diz respeito à cristalização do mel, deve-se notar que ela não é uma coisa ruim. Ele fala de pureza e que o processo não foi alterado por nenhum componente externo ao trabalho das abelhas. Quanto ao sabor, ele irá variar de acordo com a flor, tornando-a mais ácida ou mais doce do que o normal. A maioria é bastante leve, recomendada para uso por crianças.

Qual mel é mais saudável?

La mel da manuka vem da Nova Zelândia e Austrália, especificamente das flores da árvore manuka ou arbusto. É mais espesso, mais escuro e mais amargo em consistência do que os méis convencionais.

Sua popularidade se deve a suas fortes propriedades antibacterianas e antiinflamatórias, que também incluem numerosos benefícios cosméticos.

A sua comercialização depende de uma classificação de atributos científicos. Sua autenticação depende dos laboratórios competentes para verificar se possui as características pelas quais este mel é tão apreciado.

O mel de manuka tem inúmeros nutrientes como glicose e frutose, vitaminas A, C, D, B1, B2, B3, B5 e B6. Ele também contém minerais e oligoelementos tais como fósforo, cálcio e ferro.

Quais são as propriedades e benefícios do mel?

O mel, além de ser um adoçante natural, tem inúmeras propriedades e benefícios. Milhares de anos atrás, ele já era usado para fins terapêuticos, sejam físicos ou para doenças internas. Na lista seguinte você encontrará todos os benefícios de consumir mel regularmente:

  • A maioria dos tipos de mel irá fornecer uma grande quantidade de vitaminas (vitamina C, tiamina, riboflavina, piridoxina, niacina e ácido fólico), minerais (fósforo, potássio, magnésio, cálcio, selênio), aminoácidos essenciais e flavonóides, entre outros.
  • Graças à sua grande quantidade de açúcares (70% é glicose e frutose) e seus poderosos nutrientes, o mel será uma grande fonte de energia, ajudando assim a melhorar a irrigação cardíaca.
  • O mel é adequado para todos os tipos de pessoas, especialmente para esportistas que exercem muito esforço físico em suas rotinas diárias.
  • Pode ser um suplemento dietético importante para prevenir doenças no sistema imunológico e processos anti-inflamatórios.
  • É um grande aliado para hidratar o cabelo e o couro cabeludo, entre outros.
  • É um grande adoçante natural.
  • Ele favorece a atividade do sistema digestivo. Ele pode prevenir e aliviar processos estomacais, como constipação ou refluxo.
  • Devido às suas propriedades antibacterianas, o mel é um grande aliado para combater infecções ou dores de garganta combinadas com outros produtos naturais.
  • Tem propriedades relaxantes que ajudam a adormecer e aliviam os sintomas de estresse.
O mel de Manuka consiste em Metilglioxal (MGO), Leptisperina e DHA. Quanto mais altos os valores desses componentes, mais propriedades antibacterianas ele possui

É saudável consumir mel diariamente?

O mel tem grandes propriedades e benefícios, e você pode colocá-lo para muitos usos diferentes. Entre eles, sua pele começará a parecer mais suave e sedosa, e isso o ajudará a aliviar o estresse, ajudará você a adormecer mais rápido e reduzirá a fadiga.

É bom consumir uma pequena dose diária recomendada entre 10 e 12 gramas por dia (o equivalente a uma colher de chá de café). Entretanto, não é aconselhável exagerar, pois consumir muito mel é contraproducente e pode levar a doenças.

Para que eu posso usar o mel?

Além de todos os seus benefícios à saúde, nós podemos usar esta delicadeza para muitos usos surpreendentes. Aqui estão alguns exemplos:

  • Máscara facial anti-acne. Como você pode ver. Se você tem pele com tendência a acne ou simplesmente quer cuidar do seu rosto, você pode fazer máscaras de mel com uma função hidratante. Ele pode ser usado em todos os tipos de pele e hidrata sua pele sem torná-la muito oleosa. Ele também ajudará a regular o pH.
  • Shampoo ou máscara capilar. O mel é um poderoso agente anticaspa e age sobre a dermatite causada no couro cabeludo.
  • Bálsamo labial. Use um pouco de mel em seus lábios como bálsamo labial. Você vai senti-los mais suaves.
  • Curandeiro de queimaduras. Se você foi queimado, você pode aplicar uma pequena quantidade na ferida para aliviar a dor, graças às suas propriedades antibacterianas.

O mel tem usos curativos?

Embora seja verdade que o mel não pode substituir os medicamentos prescritos por um médico, ele pode ajudar você. Junto com outros produtos naturais, você pode usá-lo para reduzir os sintomas de certas doenças ou melhorar o estado de recuperação.

Por exemplo, graças às suas propriedades antibacterianas, pode ajudar a tratar infecções na garganta ou aliviar a tosse, além de agir como um analgésico altamente eficaz. Também, de acordo com um estudo do The American Journal of Clinical Nutrition, foi demonstrado que seu uso pode agir como um laxante para queixas gástricas, bem como tratar úlceras ou azia.

Vitalia Murgia, Sara Manti, Amelia Licari, María De Filippo, Giorgio Ciprandi, Gian Luigi MarsegliaNational Library of Medicine
"Novas evidências foram fornecidas sobre polissacarídeos, resinas e mel como analgésicos potenciais para tosse com alta eficácia antitusiva, efeito sobre UTC e efeitos colaterais mínimos"

Quais são as diferenças entre o mel e o açúcar comum?

Neste ponto, é importante considerar a sua composição nutricional. O mel, como já sabemos, é um composto de substâncias que foram extraídas pelas abelhas das flores ou das folhas das árvores.

Por outro lado, encontramos o açúcar branco ou refinado: um extrato cristalizado e concentrado retirado da beterraba ou cana de açúcar. É composto quase inteiramente de sacarose e um pequeno composto de glicose e frutose. Nós acreditamos que será mais fácil diferenciar as vantagens e desvantagens do mel e do açúcar com a tabela abaixo:

Mel Açúcar
Composição 80% Açúcares simples (glicose, frutose, maltose e menos sacarose) O resto é água e vitaminas, minerais e outros ingredientes 100% sacarose
Contribuição nutricional Antioxidantes, vitaminas B, vitamina C, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, cálcio e selênio Calorias vazias. Não fornece vitaminas ou minerais
Poder adoçante Mais com menos quantidade Menos com mais quantidade
Sabor Dependendo do tipo de mel, mais ou menos forte, ácido, frutado Muito doce e artificial devido ao seu processo de purificação química
Índice glicémico Menos Mais

Quando não é aconselhável consumir mel e quais são as suas possíveis contra-indicações?

Apesar de seus grandes benefícios à saúde, não é aconselhável abusar do mel. Consumir muito açúcar, mesmo que seja natural, pode levar a grandes problemas de saúde, não apenas a nível cardiovascular, mas também a nível cerebral. Se os níveis de glicose estiverem muito altos, eles podem causar hiperatividade ou problemas de ansiedade, entre outros.

Para uma pessoa saudável, sem problemas de peso e sem consumo diário excessivo de açúcar, a quantidade recomendada estaria entre 10 e 12 gramas por dia. Uma razão para variar a quantidade poderia ser a atividade física diária, o metabolismo ou uma doença que o mel poderia reparar.

Um bebê pode consumir mel?

De acordo com a American Pediatric Society, o mel não é recomendado para uma criança menor de um ano e meio de idade. Isto porque o mel pode conter uma bactéria chamada Clostridium Botolinum e pode causar botulismo. Esta é uma toxina altamente prejudicial que, se atingir os intestinos, pode paralisar os músculos do corpo. Também pode levar a excesso de peso e obesidade a longo prazo.

Um diabético só poderia tomar uma pequena dose de mel se eles ficassem hipoglicêmicos. (Fonte: Roman Odintsov: 6422029/ Pexels)

Um diabético pode consumir mel?

Como nós já vimos em sua composição nutricional, mel é açúcar. Assim, quando consumido, ele aumenta os níveis de açúcar no sangue. Portanto, poderia ser dito que não é bom para diabéticos, mas sim o contrário.

De acordo com os endocrinologistas, a resposta é um rotundo não, exceto em alguns casos excepcionais.

O mel não deve ser tomado de forma regular. Deve ser uma exceção e em quantidades muito pequenas. Um caso estaria em um estado de hipoglicemia (nível de açúcar abaixo do normal). Nesta situação, uma pequena dose poderia ser consumida para aumentar rapidamente o nível de açúcar, graças aos seus açúcares de ação rápida.

Critérios de compra

Se você quer escolher o mel mais autêntico, qualquer que seja o tipo, você deve basear sua escolha em uma série de critérios importantes. Somente mel puro e de boa qualidade tem as grandes propriedades de que temos falado ao longo deste guia. Portanto, aqui estão nossas recomendações para que você considere.

Qualidade

A qualidade do mel é muito importante para que ele possua todas as suas propriedades. Há várias maneiras de saber se um mel é puro. Uma maneira é através da cristalização. A cristalização do mel é o melhor sinal de pureza. Cada tipo de mel se cristalizará mais cedo ou mais tarde e, por exemplo, nem todo mel ficará branco.

Nós devemos saber que o mel não expira. Procure por marcas com um selo de qualidade. Olhe para a embalagem para ver de onde ela vem. Quanto menos lugares houver e quanto mais próximo o mel for produzido, melhor e mais sustentável será a qualidade.

As abelhas fazem um trabalho importante na contribuição para a biodiversidade. (Fonte: Pexels: 56876/ Pixabay)

Imóveis

Este critério pode estar intimamente ligado ao anterior, pois as propriedades do mel irão variar de acordo com sua qualidade e pureza. Devemos prestar atenção ao fato de que é um produto não adulterado e fiel na produção.

Variedade

Há uma grande variedade de méis em todo o mundo. Quanto mais variedade houver, menor o custo e mais difícil é encontrar mel de boa qualidade. Por outro lado, há méis, como o mel de manuka, que é uma variedade quase recente na produção e vem de países distantes (Nova Zelândia e Austrália).

Além disso, nós podemos escolher o mel que mais gostamos de acordo com nossas preferências. Podemos encontrar méis mais doces do que outros, alguns mais frutados, ácidos, densos ou amargos.

Rubén Murcia PrietoDietista-Nutricionista
"O mel é o alimento não processado mais denso em energia na natureza, então é normal que onde ele existe seja uma importante fonte de energia para os caçadores-colectores"

Resumo

Lembre-se que é muito importante consumir produtos de qualidade a fim de aproveitar todas as propriedades e benefícios deste grande e poderoso alimento. Lembre-se também de consumir de forma responsável para que estes benefícios não sejam contraproducentes para a sua saúde.

Atualmente, existe uma grande variedade e cada mel é adaptado aos gostos e preferências de cada pessoa. Portanto, preste atenção aos critérios de compra e, boas compras!

(Fonte da imagem em destaque: Danifoto: 44841298/ 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas