Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

16Horas investidas

3Estudos avaliados

48Comentários coletados

Olá! Bem-vindo ao Sweetest Home, o melhor guia de compras da internet. No artigo de hoje vamos te ajudar a escolher a lâmpada fluorescente, uma das melhores opções de lâmpada do mercado para quem quer iluminação eficiente com baixo investimento e grande economia energética.

Acompanhe essa leitura até o final e confira as melhores opções do produto, além das características para as quais você deve atentar para fazer a melhor escolha de lâmpada fluorescente para seus projetos de iluminação.

Primeiro, o mais importante

  • A lâmpada fluorescente é supereconômica em comparação a lâmpadas comuns, e está disponível em diversas potências, formatos e cores.
  • Potência, marca, temperatura da cor, fluxo luminoso, tipo de conector e forma de instalação são algumas das características a considerar no momento da compra.
  • Os valores da lâmpada fluorescente variam de acordo com a marca e o modelo. Existem versões por menos de R$5, e outras podem custar mais de R$100.

As melhores lâmpadas fluorescentes: as favoritas da redação

Para uma iluminação eficiente de espaços amplos e sem pesar na conta de luz as lâmpadas fluorescentes são a opção ideal. Mas para obter o efeito desejado, escolher um produto de qualidade é fundamental. Confira nossa seleção com alguns dos melhores modelos de lâmpada fluorescente:

Pequena e versátil de luz quente

A Mini Twist 20w Osram é 220v e tem luz de tom amarelo. Com fluxo luminoso de 1180lm e temperatura de cor de 2.700k, tem conector de rosquear E27. Garante retorno de investimento rápido, já que tem consumo de energia até 80% menor em comparação com as lâmpadas incandescentes.

Modelo flat de luz fria

A Compacta Rayovac Flat tem 25 W de potência e luz Branca de 6500K. Com fluxo luminoso de 1600lm, equivale às incandescentes de 100W e economiza até 80% de energia, dura até 6.000 horas. Ideal para iluminação de residências, hotéis, estacionamentos, restaurantes e cafés.

Tubular de fácil instalação

A T5 Smartlux 14w Branca Osram, tem temperatura de cor 4000k e fluxo luminoso de 1200lm. Durável, tem vida média de 18000h. Com conector g5, é ideal para indústrias, supermercados e lojas. De fácil instalação, é ideal para quem deseja praticidade.

Guia de Compra

Seja para casa, escritório, ambiente comercial ou acadêmico, certamente existe um modelo de lâmpada fluorescente adequado a suas necessidades. Econômica e muito eficiente, a lâmpada fluorescente é ideal para quem quer uma iluminação de amplo alcance sem pesar na conta de luz.

Confira nosso Guia de Compra para aprender tudo sobre essa lâmpada econômica e saber escolher o modelo perfeito para substituir as lâmpadas antigas por versões mais duráveis e eficientes.

Rapaz posa para foto com lâmpada na mão antes de instalá-la

Lâmpadas fluorescentes garantem economia de até80% em comparação às lâmpadas comuns (Fonte: Nelly Sabitova/123rf.com)

Como funciona e quais os diferenciais da lâmpada fluorescente?

A lâmpada fluorescente surgiu para substituir as já ultrapassadas incandescentes. Mais econômicas, elas aquecem menos, dissipando menos energia, o que aumenta sua vida útil.

Esse modelo de lâmpada é formado, basicamente, por quatro elementos: vidro transparente, conectores, uma mistura de gases e uma mistura de materiais reagentes revestindo o vidro internamente.

A luz da lâmpada fluorescente é gerada por um reator, que cria a corrente elétrica conduzida por gás inerte. Esse processo produz uma luz ultravioleta que é invisível a olho nu, mas reage com o revestimento de fósforo da lâmpada fluorescente gerando a luz branca.

Vantagem da lâmpada fluorescente é proporcionar iluminação otimizada.

Uma grande vantagem da lâmpada fluorescente é proporcionar iluminação otimizada, clareando com grande desempenho a longo alcance. Além disso, permite não interfere na cor do ambiente, permitindo a visualização fiel de cores.

Confira vantagens e desvantagens da lâmpada fluorescente:

Vantagens
  • Econômicas e eficientes e duráveis
  • Grande variedade de modelos e formatos
  • Existem versões em todas as faixas de preço
Desvantagens
  • Emite raios ultravioletas
  • Precisa de descarte diferenciado por contem mercúrio, metal tóxico

Lâmpada fluorescente ou Led: qual a melhor opção?

Quando comparamos lâmpadas fluorescentes e de LED a melhor opção varia caso a caso. Ambas as versões tem suas vantagens e desvantagens, e se adequam mais ou menos a certos usos e perfis de consumidor.

Ao passo que as tradicionais lâmpadas incandescentes têm fluxo luminoso de 14 lúmens por watt utilizado, as fluorescentes têm fluxo de 80 lúmens. Ou seja, produzem a mesma quantidade de luz consumindo muito menos. Além disso, a maioria das fluorescentes têm capacidade de iluminar ângulos de 360º, sendo ideais para ambientes amplos, luminárias e abajures.

No entanto, elas têm dois problemas: são difíceis de descartar, já que tem mercúrio e não podem ser jogadas no lixo comum; e emitem raios UV, prejudiciais à pele e às plantas.

Já as lâmpadas de LED têm maior vida útil, menor consumo energético e baixa emissão de calor. Em contra partida, são mais caras que as fluorescentes. Outra questão é o ângulo de abertura menor, que as torna ideais para iluminações direcionadas, mas inadequadas para ambientes amplos.

Compare os modelos:

Fluorescente Led
Funcionamento Reator e gases inertes Fitas de Led
Consumo Economia de até 75% em comparação à lâmpada incandescente Economia de até 90% em comparação à lâmpada incandescente
Desvantagens Emite raios ultravioletas e exige descarte especial Custo elevado e ângulo fechado de iluminação
Diferenciais Diversos formatos e preços mais em conta Diversas opções de cores e tecnologias
Usos Iluminação omnidirecional (360º) Luz direcional
Vida útil 8000h a 15000h De 25000h a 50000h

Onde usar a lâmpada fluorescente?

Não existe limites para as possibilidades de uso da lâmpada fluorescente. De grande alcance, elas podem ser usadas na sala, cozinha, quarto, banheiro, áreas externas e muito mais.

No entanto, cada modelo pode se mostrar mais ou menos adequados a determinados ambientes. Os mais vendidos são os tubulares e compactos. As tubulares, por conta do seu formato, conseguem iluminar grandes áreas de maneira uniforme. São ideais para escritórios, cozinhas, salas de aula e demais ambientes amplos.

As compactas são ideais para substituir as lâmpadas comuns, podendo ser usadas em quartos, banheiros, luminárias, abajures e muito mais.

foco

Você sabia? A tática de economia de apagar as luzes sempre que se deixa um ambiente não vale para lâmpadas fluorescentes. Isso porque elas consomem mais energia no acendimento. Além disso, o acende e apaga constante reduz a vida útil do produto. Portanto, só apague a luz se ela não for ser necessária novamente antes de 15 minutos.

Como instalar a lâmpada fluorescente?

Antigamente, a maioria das lâmpadas fluorescentes eram tubulares e tinham reatores externos, mais difíceis de instalar. Elas só estavam disponíveis no branco frio, que cansa a visão. Por esse motivo eram mais usadas em locais públicos, escritórios e lojas; em residências ficavam restritas a garagens, cozinhas e banheiros.

Usando novas combinações de fosforosos e modernizando os reatores, os fabricantes conseguiram criar novas cores e criar modelos mais práticos e versáteis, como as lâmpadas fluorescentes compactas, que se adaptam aos mesmos bocais das lâmpadas comuns.

Por isso, para instalar as lâmpadas fluorescentes não há mistério.

  • Desligue a corrente do local de instalação. Apenas desligar o interruptor do bocal pode não ser suficiente. O ideal é desarmar o disjuntor correspondente para evitar acidentes;
  • Remova a lâmpada a ser substituída com cuidado;
  • Encaixe a nova lâmpada no bocal;
  • Religue a energia e teste sua nova lâmpada.

Caso você esteja precisando instalar um modelo com reator externo, confira no vídeo do canal Mundo da Elétrica o passo a passo:

Quanto custa e onde comprar lâmpada fluorescente?

Os valores das lâmpadas fluorescentes variam de acordo com a marca e modelo escolhidos. Versões mais simples podem custar menos de R$15, enquanto as mais completas podem passar de R$200.

É possível comprar sua lâmpada bulbo em lojas físicas que vendem itens de iluminação, como a Leroy Merlim. No entanto é comprando online por sites como Amazon ou mercado livre que você encontrar maior variedade de ofertas, marcas e modelos.

Mãos substituem lâmpada comum por fluorescente

Modelos em espiral iluminam 360º, sendo ideais para luminárias e abajures. (Fonte: Wattanaphob Kappago/123rf.com)

Critérios de compra: Fatores para comparar diferentes tipos de lâmpada fluorescente

Para fechar este Review, te daremos mais uma mãozinha a fim de que você faça a escolha acertada de lâmpada fluorescente para seus projetos de iluminação.
Confira a lista das características para as quais você deve estar atento na hora de comparar os tipos e modelos deste produto:

Para que não restem dúvidas, confira o detalhamento das características:

Consumo e potência

O consumo e a potência das lâmpadas fluorescentes são fatores intimamente ligados. A potência é medida em watts (w), e corresponde à quantidade de energia usada pela lâmpada para fornecer luz.

Portanto, no caso das lâmpadas, a potência mais alta não significa uma capacidade de iluminação maior. Em contrapartida, quanto maior a potência, maior será o consumo energético do modelo.

Modelo

São diversos os modelos de lâmpadas fluorescentes. Conheça os principais:

  • Compacta: Com bocais padrão, são ótimas para substituir lâmpadas comuns;
  • Compacta espiral: Com alcance de 360º são ideais para iluminação residencial, comerciais ou decorativa por seu formato pequeno;
  • Linear ou tubular: As tubulares retas e longas, indicadas para iluminação de grandes áreas como grandes áreas, como cozinhas, galpões, corredores ou garagens;
  • Antinseto: Luz tem faixa de radiação pouco visível aos insetos, diminuindo a atração dos mesmos ao local iluminado;
  • Stick ou bastão: Fina e pouco volumosa é ideal para iluminação funcional em arandelas, luminárias de mesa e paflons, onde a lâmpada fica menos visível;
  • Circulares: Distribuem a luz uniformemente e tem o design mais decorativo, sendo mais indicadas para ficar a mostra em lustres;
  • Negra: Emite luz ultravioleta que realça os objetos brancos e de cores fluorescentes. Ideal para festas e verificar autenticidade de papel moeda, tickets e ingressos.

Cor

A cor da luz influencia nas sensações e impressões do ambiente. Basicamente, o branco quente (amarelado) traz a sensação de relaxamento e aconchego, enquanto o frio (neutro ou azulado) dá ar mais enérgico e ativo.

Para medir a temperatura da cor das lâmpadas bulbo é utilizada a escala Kelvin (K), de comprimentos de onda de luz, onde os valores inferiores correspondem à luz quente, e os superiores à luz fria.

Em geral os valores correspondentes são:

  • 2600 a 3500 K: Branco quente;
  • 4000 a 4500 K: Branco neutro;
  • 5000 a 5500 K: Branco luz do dia;
  • Mais de 5500 K: Branco frio.

Prefira lâmpadas de luz branca para ambientes de trabalho, cozinhas, banheiros e escritórios. Com intensidade de maior, a cor estimula a atenção. Já a de tom amarelado é indicado para salas e quartos, pois proporciona uma iluminação mais aconchegante. As versões negras, verdes, vermelhas e azuis são ótimas para decorações ousadas.

Lâmpada compacta espiral acesa sobre fundo negro

Com alcance de 360º modelo espiral é ideal para iluminação residencial, comerciais ou decorativa (Fonte: Mohamed Khaled)

Conector

Os conectores das lâmpadas fluorescentes também evoluíram muito ao longo doa anos, a fim de proporcionar maior facilidade na instalação e troca. Hoje, os modelos mais comuns são os do tipo pino (presente principalmente nas lâmpadas tubulares) e o conector de rosquear E27, o modelo padrão em lâmpadas convencionais.

As versões tubulares podem ter um ou dois soquetes de pino. Nesses modelos os conectores podem apresentar componentes plásticos, pois a lâmpada aquece pouco.

(Fonte da imagem destacada: Joe137/Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.