Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

15Horas investidas

3Estudos avaliados

42Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox! Hoje vamos falar de um equipamento para quem gosta de preparar alimentos à moda antiga: o forno a lenha. Típico do interior do país, o forno a lenha evoluiu e hoje é encontrado em restaurantes, áreas gourmet e até em apartamentos.

Conhecido por conferir um sabor especial aos alimentos, hoje existem diversos modelos disponíveis no mercado.
Neste artigo, vamos mostrar o que é importante considerar antes de escolher e comprar o forno a lenha mais adequado para você.

Primeiro o mais importante

  • O forno a lenha deixou as fazendas e o interior e invadiu pizzarias, restaurantes e residências urbanas.
  • Famoso por ressaltar o sabor de carnes, peixes, bolos, pães e pizzas, hoje existem diversas opções práticas e funcionais do forno a lenha.
  • Em meio a tantas opções, vamos mostrar os fatores que você deve levar em conta para comprar o forno ideal.

Melhores tipos de forno a lenha: Nossos favoritos

O forno a lenha é um item de desejo para quem quer tirar o máximo de sabor dos alimentos. Sabendo disso, os fabricantes investem cada vez mais em modelos que servem tanto para negócios quanto para residências.

Por isso, vamos apresentar a seguir os cinco melhores modelos de forno a lenha disponíveis hoje em dia no mercado.

Forno a lenha Fundidos de Minas

O forno a lenha da Fundidos de Minas é fabricado com ferro fundido, laterais em chapa e possui dimensão de 32x47x51cm.

Este modelo pode ser utilizado tanto em fogões a lenha quanto em churrasqueiras. Acompanha ainda duas grades internas de alumínio fundido que não enferrujam, pegador de madeira e visor de vidro temperado.

Forno a lenha Metávila Gourmet

O Metávila Gourmet é um forno a lenha com design moderno, que possui estrutura em aço carbono e aço inox. Este forno acompanha uma espátula e um atiçador.

Com dimensão de 46x70x74,4cm, este modelo possui a parte interna feita de pedra especial refratária e, por isso, os alimentos podem ser assados direto na pedra.

Forno a lenha Metávila Garden

O Metávila Garden é um forno a lenha fabricado em aço e com dimensões de 124cm de altura e 70cm de largura.

Desmontável e com isolamento térmico, este forno possui formato triangular e pés, ideal para colocar onde você quiser. Além disso, este modelo acompanha uma espátula e um atiçador.

Forno a lenha Panelas Ferreira Porta de Aço

Este forno a lenha do Panelas Ferreira é fabricado em aço carbono e seu diferencial é que a porta é totalmente feita em aço também.

Além disso, este modelo é do tipo de embutir, seja no fogão a lenha ou na churrasqueira, e possui dimensão de 30cmx35cmx50cm.

Guia de Compra

Ter o prazer de fazer receitas em um forno a lenha já não é privilégio só de quem mora em fazendas e sítios. Com tantos modelos funcionais, é possível encontrar o que mais se adequa a sua realidade.

Para ajudar você a escolher o forno a lenha ideal, preparamos este Guia de Compra com todas as informações que você vai precisar para realizar o melhor investimento.

Chef de cozinha colocando pizza para assar em forno a lenha em uma cozinha moderna.

O forno a lenha chegou às cozinhas urbanas trazendo um charme rústico e mais sabor para as receitas.
(Fonte: fbmadeira/123rf)

O que é um forno a lenha?

O forno a lenha é uma espécie de estufa, que assa os alimentos com a queima de madeira. E, justamente por isso, é conhecido por conferir um sabor especial às receitas.

Muito tradicional no interior do país, o forno de lenha é parte integrante do fogão a lenha de casas, chácaras e fazendas. Em geral, este tipo de forno é utilizado para assar variados tipos de receitas, principalmente pães e bolos.

Mas foi-se o tempo em que o forno a lenha era encontrado apenas no interior e em áreas rurais.

Há algumas décadas o forno a lenha se popularizou e invadiu, principalmente, as pizzarias. Hoje em dia é raro encontrar uma pizzaria que não asse a massa em um forno desse tipo.

Devido ao sucesso, com o tempo vários outros restaurantes também começaram a aplicar a técnica.

E, nesse caso, outra inovação ocorreu: o uso do forno a lenha se estendeu para o preparo de outras receitas, como peixes, carnes e até legumes.

Daí para a chegada do forno a lenha em residências urbanas, inclusive em apartamentos, foi um pulo.

Nas grandes cidades, o forno a lenha já domina as cozinhas de casas, seja acoplado a fogões ou em churrasqueiras.

Nos apartamentos é possível encontrar o forno a lenha, especialmente naqueles com área gourmet ou varandas espaçosas.

A razão para o resgate deste forno é simples: os alimentos preparados nele ganham um sabor diferenciado, e a cozinha ou ambiente ganham um charme rústico todo especial.

Qual a diferença entre o forno elétrico, a gás e a lenha?

Os tipos de fornos mais tradicionais nas residências urbanas são, certamente, o elétrico e o a gás, e ambos são muito eficientes.

No entanto, em geral, o forno elétrico gasta mais energia. Além disso, este forno demora para elevar a temperatura e, consequentemente, leva mais tempo para assar uma receita.

Já o forno a gás é cada vez menos utilizado nos dias de hoje. Além de ser o menos econômico, por conta do alto custo do gás, é o que também oferece mais risco de acidentes.

Quem trabalha com cozinha também afirma que o sabor dos alimentos não fica tão saboroso feito em um forno a gás.
Já o forno a lenha é o que proporciona a temperatura ideal para assar qualquer tipo de alimento, já que ele esquenta bem mais rápido.

Além de ser seguro, o forno a lenha é econômico e ressalta o sabor dos alimentos como nenhum dos outros fornos é capaz de fazer.

Confira a seguir as principais diferenças entre o forno a lenha, o forno elétrico e o forno a gás.

Forno a lenha Forno elétrico Forno a gás
Economia Alta Baixa Baixa
Aquecimento Rápido Demorado Varia
Segurança Alta Alta baixa
Sabor Alto Moderado Baixo

Quais as vantagens e desvantagens do forno a lenha?

Como já vimos, a grande vantagem do forno a lenha é o sabor especial que ele confere aos alimentos.

Em contato com a fumaça liberada pela madeira, a receita adquire um gosto defumado, que ressalta as características dos ingredientes.

O forno a lenha também atinge temperaturas muito elevadas (cerca de 500°C) e, por isso, massas como a de pizza, por exemplo, ficam mais crocantes por fora e mais macias por dentro.

Além disso, como é feito com pedras refratárias que preservam o calor, o forno a lenha se mantém aquecido por mais tempo, tornando este produto mais econômico.

Outra vantagem do forno a lenha é que ele é prático, já que o alimento pode ser preparado direto na chapa.

Sem contar que existem versões do forno a lenha que podem ser acoplados à churrasqueira. Assim, você precisará de apenas uma chaminé para os dois.

 Forno a lenha em formato iglu, revestido externamente com tijolos, em área externa.

O forno a lenha usado junto com a churrasqueira é uma opção prática já que utilizará apenas uma chaminé. (Fonte: Heinshi/ Pixabay)

Mas também existem algumas desvantagens no uso do forno a lenha.

Ainda que você utilize madeira de reflorestamento ou ecológica, a queima lança CO2 na atmosfera e contribuiu para o efeito estufa.

Outra desvantagem é que o forno, mesmo que seja de um modelo pequeno, ocupa muito espaço.

A limpeza também é mais difícil, já que o forno a lenha demora a esfriar. E, por exalar muita fumaça, também pode causar alergias respiratórias.

A seguir, mostramos para você as principais vantagens e desvantagens do forno a lenha:

Vantagens
  • Ressalta sabor e textura dos alimentos
  • Econômico
  • Prático para assar
  • Atinge altas temperaturas
Desvantagens
  • Dano ambiental
  • Ocupa muito espaço
  • Limpeza mais difícil
  • Riscos à saúde

Como acender o forno a lenha?

Para acender um forno a lenha você precisará colocar a mão na massa. Nada de apertar botões! Mas, se você não tem prática no assunto, não se preocupe.

Hoje em dia é possível encontrar diversos tutoriais na internet que ensinam truques para melhor acender o seu forno a lenha.

Para você ter uma ideia, mostramos aqui um passo-a-passo simples para você entender como funciona o processo de acender o fogo.

Para começar, você precisa usar a madeira indicada para forno a lenha. As mais recomendadas são as de eucalipto rachada ou as de reflorestamento.

A madeira também precisa estar bem seca e, de preferência, lascadas pois são mais fáceis de acender.

Também recomendamos que você misture galhos mais finos à lenha para facilitar a propagação do fogo.

Entre a lenha, acrescente uma folha de jornal amassada e cubra com mais gravetos.

Coloque fogo na folha de jornal e assopre delicadamente. Cuidado para a brasa ou as lascas de madeira não voarem em seus olhos.

Quando o fogo começar a pegar, você deve ir acrescentando pedaços mais grossos da lenha até que consiga uma chama forte.

Especialistas sugerem também que, para fazer pizzas, por exemplo, é preciso esperar as chamas baixarem. Você deve colocar a pizza para assar sobre as brasas.

Quanto custa?

O preço de um forno a lenha vai depender do tamanho e do material de fabricação.

Hoje em dia, os modelos disponíveis no mercado custam entre R$ 70 e R$ 3 mil. As versões industriais, geralmente utilizadas por restaurantes, podem custar até R$ 8,5 mil.

Onde comprar?

Você vai encontrar o forno a lenha à venda em lojas especializadas e de departamento como Leroy Merlin, Lojas Americanas e Ponto Frio.

Mas para encontrar uma maior variedade de tamanhos e modelos, com preços mais acessíveis, nós recomendamos que você realize sua compra em lojas online como a Amazon.

Além dessas vantagens, você ainda compra o forno a lenha do conforto da sua casa com apenas alguns cliques.

Critérios de compra: O que observar antes de escolher o forno a lenha

Comprar um forno a lenha não é algo tão simples. É preciso que você considere diversos fatores, a começar pelo local onde será colocado este equipamento.

Além disso, como a variedade de modelos é grande, você precisa avaliar a resistência do material de fabricação, além de outros fatores que irão influenciar na eficiência do forno.

Para ajudar você no seu processo de compra, listamos abaixo os principais fatores que a serem considerados antes de escolher o forno a lenha ideal:

A seguir, vamos explicar em detalhes cada um desses fatores para você comprar o forno a lenha que melhor atenda às suas necessidades.

Tamanho

Antes que você compre o seu forno a lenha é preciso avaliar o espaço que você terá disponível para colocá-lo.

Isso porque, como já vimos neste artigo, o forno a lenha ocupa mais espaço do que um forno convencional.

Em seguida, você precisará checar as dimensões do produto. As marcas fabricantes disponibilizam esta informação

presentando a altura, a largura a e a profundidade do forno a lenha.

Hoje em dia, o mercado oferece diversas opções de tamanho, que variam desde os pequenos, passando por fornos médios até os maiores.

Forno a lenha na área externa de casa rústica.

O forno a lenha com dimensão maior é ideal para áreas externas. (Fonte: ecolend777/ Pixabay)

Para você ter uma ideia, um forno a lenha pequeno mede cerca de 30cm de altura, 35cm de largura e 50cm de profundidade.

Esse tipo de forno é ideal para áreas gourmets, varandas e cozinhas. Por outro lado, se você tem espaço de sobra, poderá investir em um produto de dimensões maiores, principalmente em termos de profundidade.

Um forno a lenha grande costuma ter cerca de 74cm de profundidade e é, geralmente, mais utilizado por grandes restaurantes, pizzarias ou acoplados a churrasqueiras.

Revestimento

O forno a lenha retém o calor e alcança altíssimas temperaturas em um curto espaço de tempo graças ao seu material de fabricação.

Por isso, escolher o tipo de revestimento deste equipamento é fundamental para garantir sua máxima eficiência e também a sua segurança.

Hoje em dia, você irá encontrar fornos a lenha fabricados em diversos materiais. Os mais comuns são feitos em inox, aço carbono, chapa pintada ou ferro fundido.

No Sul do país, por exemplo, o forno a lenha mais utilizado é feito de metal. Já no interior de Minas Gerais e de São Paulo, o mais comum ainda é o de alvenaria.

De acordo com os especialistas no assunto, o forno a lenha de ferro fundido é o mais eficiente.

Como o ferro é um dos materiais mais resistentes, ele não esquenta por fora e atinge uma temperatura ideal para assar diversos tipos de receitas.

Também é importante que você considere o revestimento da tampa de abertura do forno.

Geralmente, a tampa é feita do mesmo material do resto da estrutura. Mas você também pode encontrar a tampa feita com vidro temperado.

Esta segunda opção é mais prática, pois permite que você acompanhe e visualize o preparo da receita sem precisar abrir a tampa.

Modelo

Após você definir o tamanho e o tipo de material de fabricação você estará pronto para escolher o melhor modelo do seu forno a lenha.

Nos dias de hoje você encontrará tanto os modelos que remetem aos mais tradicionais quanto os mais modernos.

Basicamente, você terá duas opções: os fornos de embutir e os fornos portáteis.

O forno a lenha de embutir é, em geral, encontrado em formato quadrado. Mas é possível encontrá-lo em forma arredondada.

Este tipo de forno a lenha é ideal para ser integrado ao fogão e à churrasqueira.

Já os fornos portáteis, em geral possuem pés, rodinhas e são desmontáveis. São práticos e perfeitos para colocar no jardim ou mesmo na varanda do apartamento.

Para áreas ainda maiores ou restaurantes, o mercado também oferece os modelos tradicionais, de tijolos aparentes e os pré-moldados.

Itens extras

Alguns modelos de forno a lenha costumam acompanhar alguns itens extras que irão ajudar você no processo de assar os alimentos.

O mais comum é que o forno acompanhe espátulas, para inserir o alimento no forno, e atiçadores para preparar o fogaréu.

Vale apena pena checar se estes itens estão inclusos antes de adquirir o seu forno a lenha. Caso contrário, você precisará desembolsar mais do seu orçamento para comprá-los separadamente.

(Fonte da imagem destacada: Riedelmeier/ Pixabay)

Por que você pode confiar em nós?

Paola Vieira Personal Cook
Ir à casa das pessoas e preparar um jantar especial é algo que Paola ama - e sabe muito bem - fazer. Formada em gastronomia, ela ganha a vida preparando menus especiais para ocasiões mais especiais ainda. E não pense que ela tem qualquer tipo de "preconceito gastronômico". Paola sabe cozinhar de tudo, e uma de suas especialidades é um bom churrasco.
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.