Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

15Horas investidas

2Estudos avaliados

43Comentários coletados

Bem-vindo ao Sweetest Home! Você trabalha com construção civil, reformas ou reparos? Pretende realizar tarefas como troca de pisos ou azulejos na sua casa? De uma forma ou de outra, ter um bom cortador de piso é indispensável.

O cortador de piso pode ser manual ou motorizado. Com ele, porcelanato, azulejo e cerâmica podem ser redimensionados para os tamanhos exigidos por uma determinada obra. Fique conosco para aprender qual é o melhor tipo para as suas necessidades, quais as vantagens dessa ferramenta, como usá-la e muito mais!

Primeiro, o mais importante

  • Cortadores de piso são ferramentas bastante importantes para construção civil e reformas. Elas permitem dar a peças como porcelanatos, cerâmicas e azulejos os formatos necessários para a colocação.
  • Há quem use serra mármore para fazer o trabalho de corte das peças, mas o cortador de piso é muito mais veloz e preciso, além de evitar a perda de material.
  • Existem cortadores de piso manuais e motorizados. Os primeiros são mais indicados para construção civil, enquanto os segundos são melhores para indústrias.

Os melhores cortadores de piso: Nossa opinião

São muitos os bons cortadores de piso disponíveis no mercado brasileiro. Mas, afinal, quais são os melhores? Nossa equipe fez uma grande pesquisa e selecionou alguns modelos realmente extraordinários para te apresentar:

O cortador de piso para profissionais

Recomendado para azulejo e porcelanato, o cortador manual da Tramontina possibilita tanto cortes retos, como em ângulos de 45º. Ele tem uma régua injetada que ajuda na hora das medições, usa discos de corte em tungstênio e é fabricado em material muito resistente. A capacidade máxima é de 75 cm.

Um modelo com grande capacidade

Se você precisa cortar peças de porcelanato ou cerâmica com grandes dimensões, esse modelo da Cortag pode ser ideal. Ele tem capacidade máxima de 90 cm de comprimento e 12 cm de espessura, suficiente para a esmagadora maioria dos pisos existentes. Há apoio para corte em espuma e haste em aço carbono zincado.

Um ótimo cortador de pisos elétrico

A Cortag também tem a solução para quem busca um cortador de piso elétrico: O Zapp 200 tem 900 W de potência, motor guiado por rolamentos para maior precisão nos cortes e discos diamantados. Ele tem capacidade máxima de 90 cm de comprimento, mas suporta apenas 3,5 cm de espessura. Permite cortes retos ou em 45º.

Guia de compra

Conhecer ótimos cortadores de piso não basta: É preciso entender o que faz de um modelo especial. É justamente com isso que te ajudaremos no nosso guia de compra!

Vamos trazer a seguir todas as informações que você precisa ter para saber tudo sobre essas ótimas ferramentas!

Imagem mostra um homem usando um cortador de piso.

O uso de cortadores de piso manuais é bastante simples. (Fonte: Olena Kachmar / 123rf.com)

O que é um cortador de piso?

Em toda construção é necessário fazer a colocação de pisos e azulejos. Muitas pessoas também decidem trocar as peças que já estão em suas casas ou estabelecimentos comerciais, obrigando a repetição desse processo.

Pisos, azulejos e porcelanatos vêm de fábrica com medidas pré-definidas e precisam ser cortados para caberem em uma determinada sala ou parede, principalmente na região próxima aos rodapés. Mas como conseguir realizar tais cortes com precisão, mantendo a beleza de cada peça?

A ferramenta responsável por isso é o cortador de piso. Ele pode ser operado de forma manual ou ser motorizado, e tem capacidade de comprimento e espessura variáveis. É indispensável para os profissionais da área de construção civil e para quem deseja fazer uma reforma por conta própria!

foco

Você sabia que a cerâmica é conhecida pela humanidade desde a pré-história? Há registros de artefatos, vasos e muitos outros objetos feitos com o material, alguns deles até mesmo ainda em museus.

O uso da cerâmica como piso e revestimento de paredes é uma invenção árabe e logo se transformou em arte. Foi levado para a Andaluzia, e de lá se espalhou pela Europa. Nos últimos séculos, é parte fundamental da construção civil!

Quais as vantagens de um cortador de piso?

Por mais que existam outras ferramentas capazes de cortar porcelanato, cerâmica e azulejos (por exemplo, a serra mármore), o cortador de piso é o mais indicado quando o assunto é construção civil.

Isso porque ele já permite que os cortes sejam feitos na medida perfeita para a aplicação. A maioria dos modelos conta com uma régua embutida que gera as dimensões perfeitas.

Cortadores de piso são relativamente fáceis de usar e seguros quando comparados a outras ferramentas de corte. Eles não têm a mesma potência, nem fazem o serviço com a mesma velocidade, mas se destacam pela precisão.

Outra vantagem de um cortador de piso é que se trata de uma ferramenta relativamente barata, pelo menos em sua versão manual. Assim, para um trabalho que não é em grande escala, ele gera também uma economia satisfatória.

Confira na tabela abaixo vantagens e desvantagens dos cortadores de piso:

Vantagens
  • Ferramenta muito precisa para cortes de pisos e azulejos
  • Fácil de usar
  • Seguro, raramente causa acidentes
  • Modelos manuais são bastante baratos
Desvantagens
  • Não é a única ferramenta capaz de cortar cerâmica e porcelanato
  • Não trabalha com grande velocidade

Cortador de piso manual ou motorizado?

Ao pesquisar cortadores de piso, você perceberá a existência de modelos manuais e motorizados (elétricos ou a gasolina). A primeira diferença a ser notada é o preço, que sobe muito quando falamos do segundo tipo.

Potência e velocidade são as vantagens dos modelos motorizados. Eles fazem os cortes de forma muito mais ágil, gerando um enorme ganho de tempo. Por isso, são recomendados para linhas de produção ou para onde há considerável demanda.

A precisão dos modelos manuais é superior, o que se reflete em uma grande vantagem quando o assunto é construção civil, uma vez que a beleza da obra é importante.

Quando falamos em uma reforma ou uma construção de casa, raramente um grande número de peças será usado. Assim, não existe necessidade de uma agilidade extrema no processo de corte, fazendo com que o modelo manual seja mais recomendado.

Veja na tabela a seguir a comparação entre cortadores manuais e motorizados:

Cortador de piso manual Cortador de piso motorizado
Preço Muito baixo, menor até que o de outras ferramentas Bastante elevado
Vantagens Confere maior precisão aos cortes É potente e dá velocidade aos cortes, requer menos esforço na operação
Recomendado para Uso em construções de pequeno e médio porte e em reformas Uso em indústrias e construções de grande porte

Como funciona um cortador de piso manual?

A não ser que você trabalhe em uma fábrica de pisos ou participe de grandes construções, dificilmente irá manusear um cortador elétrico. Por isso, vamos nos focar aqui no uso dos modelos manuais.

O primeiro passo é manter o diamante responsável pelo corte sempre afiado. Quando ele estiver gasto ou totalmente cego, será necessário fazer a troca. Se não, é só seguir em frente com o uso.

Para que você entenda perfeitamente como realizar o corte, selecionamos um vídeo bastante didático do canal JB Construções. Confira como o processo é simples:

Quais acessórios são fundamentais para cortadores de piso?

Tanto modelos manuais, como motorizados de cortadores de piso precisam de acessórios para o perfeito funcionamento. Porém, eles são bastante diferentes.

Cortadores manuais usam um acessório chamado ponta de diamante ou broca.

Como citamos acima, para a maior parte dos modelos manuais é usada uma ponta de diamante, muitas vezes chamada de broca. Ela é especializada para corte de cerâmica, porcelanato ou até mesmo vidro, e vendida separadamente ou em kits.

A troca deve ser feita sempre que o acessório estiver gasto, assim como acontece com o disco de corte, usado nos modelos motorizados e em uma minoria dos manuais.

O disco de corte deve ser também ideal para o material a ser cortado e é importante afiá-lo antes do uso. Assim, você diminui a perda de peças, sempre um incômodo no uso de cortadores elétricos.

Quanto custa e onde comprar um cortador de piso?

Ao compararmos modelos manuais e motorizados, mencionamos as grandes diferenças de preço. Pois bem: Enquanto os do primeiro tipo giram aproximadamente entre R$ 150 e R$ 300, é muito difícil encontrar um do segundo por menos de R$ 2.000.

É possível comprar um cortador de piso em lojas especializadas em materiais de construção. Grandes redes como Telhanorte, C&C e Dicicco são boas opções. Nós recomendamos a compra pela internet: A Amazon brasileira é repleta de ótimos modelos. Confira também Amazon internacional e Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de um cortador de piso

Você já sabe as vantagens de um cortador de piso, as diferenças entre tipos e como usá-lo. Falta apenas adquirir o modelo perfeito. Para isso, existem alguns critérios técnicos que precisamos discutir. Selecionamos quatro:

Abaixo, explicamos mais detalhes sobre cada um deles.

Capacidade

A capacidade de um cortador diz respeito às dimensões máximas de uma peça que ele consegue cortar. Estamos falando tanto de comprimento, como de espessura.

Para o comprimento, os modelos de maior capacidade chegam a cerca de 90 cm. Outros mais indicados para azulejos têm medidas menores. A espessura pode atingir até 15 cm, necessária para alguns tipos de porcelanato.

Você deve avaliar quais tipos de piso precisa cortar com mais frequência para entender qual capacidade o modelo é ideal para o modelo exigido!

Imagem mostra uma construção com um piso perfeitamente colocado.

O processo de perfeita colocação de um piso começa com um bom cortador. (Fonte: Luis Villasmil / Unsplash.com)

Material e acabamento

Todas as ferramentas que compramos precisam ser duráveis. Afinal, não adianta desembolsar um dinheiro considerável em uma e perceber que após pouco tempo de uso ela já não tem mais nenhuma utilidade.

Procure um cortador feito com metais de qualidade.

O que faz de ferramentas duráveis é uma composição com materiais de qualidade, e não é diferente o caso do cortador de piso. Procure por metais de alta qualidade, como aço carbono zincado.

Quando falamos em acabamento, a pintura deve ser bem finalizada, de preferência com epóxi ou eletrostática. Isso garante que não haverá ação de ferrugem.

Ergonomia

É possível que você corte muitos pisos ou azulejos em sequência. Por isso, se você não prestar atenção no quanto ergonômico é o cortador, é bastante provável que fique com dores nas costas ou nos braços.

A empunhadura precisa ser confortável e de fácil manuseio, e o posicionamento em relação ao corpo satisfatório. Tudo isso contribui não só para o seu corpo, mas também para que haja mais eficiência durante o uso.

logo

Angulação

Não existe apenas o corte reto de pisos e azulejos. Às vezes, é preciso buscar por ângulos especiais, principalmente quando eles serão colocados mais perto de rodapés. Dependendo do formato da construção, essa situação se torna ainda mais agravada.

Alguns modelos permitem várias angulações diferentes para cortes, o que ajuda muito nesses momentos. Antes de fazer a compra, leia quais são os ângulos permitidos pela ferramenta! É importante que ela ofereça pelo menos a opção de 45º, mas quanto mais, melhor.

(Fonte da imagem destacada: Volodymyr Vorona/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?