Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

21Produtos analisados

22Horas investidas

5Estudos avaliados

123Comentários coletados

Olá! Seja bem-vindo ao Sweetest Home. O artigo de hoje é sobre um tipo de móvel essencial para seu conforto e bem-estar: o colchão. Sem ele, é praticamente impossível garantir noites de sono tranquilas e bem dormidas. Um sofá-cama pode até quebrar um galho, mas nada é como dormir em um colchão confortável e firme.

Porém, como decidir qual é o modelo ideal? Existem diversos tipos de colchão disponíveis e a decisão errada pode afetar seu sono e também sua coluna. Para evitar aquela dor nas costas depois de uma noite mal dormida, existem alguns pontos essenciais que devem ser avaliados no seu colchão.

Como escolher entre tamanho, tipo e densidade? Nós vamos explicar todas as vantagens e desvantagens dos modelos de colchão disponíveis e te ajudar a decidir qual é o tipo perfeito para você e suas necessidades. Continue lendo para resolver todas as suas dúvidas!

Primeiro, o mais importante

  • Existem diversos tipos de colchões, como inflável, de espuma e de molas. Cada um possui uma densidade e espessura diferente. Como decidir qual é o melhor para você? Nós te ajudaremos ao longo desse guia.
  • Independente de qual colchão você escolher, sempre opte por marcas confiáveis e colchões de ótima qualidade. Isso vai fazer com que você tenha boas noites de sono e melhorias na saúde.
  • A maioria dos colchões costumam custar caro. Porém, é um investimento que vale a pena. Por mais que você gaste um valor alto, se seu colchão novo for bem conservado, pode durar por anos.

Melhores colchões do mercado: Nossas recomendações

Nada se compara com uma noite bem dormida. Você já ficou uma noite em claro e sentiu os impactos disso no dia seguinte? Para que isso não aconteça com você, separamos os melhores colchões do mercado para garantir uma ótima noite de sono. Confira no ranking abaixo:

O colchão preferido dos usuários online

Esse colchão é um dos mais adquiridos nas lojas online. O modelo da Ortobom, Physical Spring Molas, possui densidade D33 e molas Nanolastic. Se diferencia por conter propriedades ortopédicas, que ajudam a reduzir pontos de maior pressão, como pescoço, ombros, quadris e joelhos.

Sua tecnologia Ortopillow é uma camada diferenciada que proporciona essas características ortopédicas. O colchão conta com revestimento em viscose e poliéster e suporta até 100kg.

O melhor colchão de casal D33

O Colchão Casal Castor Sleep Max Espuma D33 é um dos mais populares da marca, por seu preço mais acessível e espuma densa. Além de ser confortável, o modelo possui tratamento Actigard no tecido, o que faz com que ele dure mais e fique protegido por mais tempo.

O matelassê em tecido algodão e poliéster especial com bordado contínuo, deixa o colchão com um design bonito e charmoso. O produto suporta até 100kg.

O melhor colchão de solteiro D33

O Colchão Solteiro Espuma D33 Selada da BF Colchões garante proteção anti ácaro, antifungo e antialergias. Esse modelo é perfeito para quem é alérgico e busca uma noite de sono boa e tranquila.

Com suporte de peso de até 10 kg por pessoa, o colchão oferece toque macio e tecido com agente antimicrobiano. Seu revestimento é 100% poliéster e a espuma é de poliuretano. O colchão possui boa qualidade e densidade, além de oferecer a firmeza ideal.

O colchão top de linha da Castor

Esse é um dos modelos de custo mais elevado da Castor, porém promete ainda mais conforto. O colchão casal Silver Star Pocket Double Face possui armação com tecnologia suíça e molas tipo Pocket System. Esse produto suporta até 150kg e possui um design clássico.

O colchão de molas conta com 2 lâminas de espuma D28 no enchimento interno, cada uma com 4cm de espessura. Possui ainda uma 3ª lâmina de espuma D20 com 3cm de espessura. Ou seja, são 3 lâminas de conforto.

Guia de compra

Pode até ser um investimento elevado, mas um bom colchão é o que garante que suas noites de sono sejam confortáveis e tranquilas. O colchão é um grande responsável por preservar a saúde da coluna, e por isso merece atenção.

Nesse Guia de Compra queremos trazer todas as informações necessárias para que você saiba escolher o melhor modelo para suas necessidades, e assim, durma tranquilamente e acorde sem dores no corpo.

homem despertando se espreguiçando na cama, ele está vestindo branco e coberto por um edredom branco

Um colchão de qualidade vai garantir uma noite de sono tranquila e confortável, desa forma você acordará sem dores no corpo. (Fonte: Vadim Guzhva / 123rf)

Quais são as vantagens e desvantagens do colchão?

Será que existe alguma desvantagem em comprar um colchão novo? Claro que são poucas quando comparado com suas vantagens. Entre estas, o conforto de dormir bem. Se você já dormiu em um sofá, um colchonete, um tapete ou outra superfície, provavelmente valoriza muito esse ponto positivo de passar a noite dormindo em um bom colchão.

Hoje em dia existem colchões que suprem diversas necessidades. Para quem possui dores nos ossos e nas juntas, existem os modelos ortopédicos, indicados por médicos e fisioterapeutas.

Se você busca mais relaxamento, algumas opções contam com massageador embutido na cama. A tecnologia em colchões está tão avançada que existem até alguns que previnem o envelhecimento da pele!

Parece surreal, mas é verdade: os colchões estão cada vez mais confortáveis e benéficos para sua saúde. Ter uma boa noite de sono com um colchão de qualidade é essencial para prevenir doenças e garantir o seu bem-estar.

Em entrevista ao portal Uol, o médico Luciano Valela, especialista no Hospital Regional do Vale do Paraíba, explicou que precisamos completar as 4 fases do sono durante a noite:

O sono possui 4 fases e quando uma delas não é cumprida o nosso corpo sente as consequências, que vão desde o cansaço a curto prazo, a até mesmo problemas respiratórios, neurológicos e cardíacos” - Dr. Luciano Valela, médico especialista.

Porém, há uma grande desvantagem que impede uma grande parcela da população de obter seu colchão: o preço. Um bom colchão, que garante conforto e bem-estar para sua saúde ortopédica, raramente custará abaixo de R$400.

Entretanto, os colchões costumam oferecer um bom custo-benefício. Por mais que sejam caros, quando bem conservados, podem durar anos sem serem prejudicados.

Por isso, sempre prefira modelos e marcas de qualidade. Mesmo com o orçamento apertado, comprar um colchão muito barato pode afetar sua postura e causar dores e insônia. Pesquise bem antes de adquirir e escolha a melhor opção para sua saúde!

Vantagens
  • É muito mais confortável
  • Proporciona uma saúde melhor
  • Pode melhorar problemas ortopédicos
  • Costuma ter uma longa vida útil
Desvantagens
  • Preços altos

Como saber se o colchão é de qualidade?

Atestar a qualidade do seu colchão é essencial para conseguir usufruir todos os benefícios que ele pode proporcionar. Um colchão de má qualidade pode causar insônia e dores. Além disso, tem uma vida útil muito mais curta que um produto feito com bons materiais.

Há diversas formas de saber se um colchão é bom e quais são as melhores características para você. Porém, uma coisa que todos os colchões de qualidade têm em comum é a certificação e selo do Inmetro.

Por meio de um regulamento, o Inmetro avalia se as marcas de colchões estão aptas a atenderem às necessidades dos consumidores e se não são maléficos para a saúde. Sempre que for adquirir um novo colchão, questione se ele foi aprovado pelo Inmetro.

Mulher dormindo no colchão coberta por um edredom branco em um quarto iluminado

Escolha sempre colchões de qualidade para garantir uma ótima noite de sono. (Fonte: Free-Photos / Pixabay)

Quanto custa um colchão?

Um colchão de qualidade pode custar caro. Se você está querendo comprar um novo, reserve algum dinheiro para escolher uma boa marca e modelo.

Porém, sempre mantenha em mente que colchões são investimentos: podem durar muitos anos, se forem bem conservados, e ainda fazem bem para sua saúde e bem-estar.

Um colchão inflável, que serve apenas para quebrar um galho, pode ser encontrado por R$50. Já um colchão mais confortável, ideal para o dia a dia, custa a partir de R$300. Mas prefira sempre investir um pouco mais para garantir que comprará um bom modelo.

Os colchões mais caros podem chegar até R$7.000. São aqueles que possuem diversas tecnologias antialérgicas e antienvelhecimento e, às vezes, até aparelho de massagem embutido. Os modelos que custam mais costumam também ser os de maior tamanho.

Onde comprar um colchão?

Um bom colchão não é difícil de ser achado, basta procurar em lojas especializadas nesse tipo de produto. Porém, escolha sempre lojas de nome e confiança, para garantir que você encontrará um modelo adequado e com qualidade.

É possível encontrar seu colchão em lojas como Ponto Frio, Casas Bahia, Marabraz e até mesmo nas lojas específicas das marcas, como a Ortobom.

Se preferir adquirir seu produto online, fica ainda mais fácil. Você encontra o colchão perfeito para você na Amazon, Lojas Americanas ou Mobly.

Comprando pela internet você conta com a facilidade de receber o produto em casa. Geralmente é nas lojas online que estão as melhores ofertas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de colchão

Como vimos, não é uma tarefa tão simples escolher um colchão de qualidade. Pode não parecer, mas é bastante responsabilidade, pois é o lugar onde você vai dormir nos próximos anos!

Por isso, é importante garantir que ele seja bem confortável e adequado para suas necessidades. Essas são algumas das características que devem ser levadas em consideração na escolha:

Esses são os principais pontos para avaliar seu novo colchão. Vamos explicar cada um para não restar nenhuma dúvida antes da compra.

Tipo de colchão

Existem 4 tipos principais de colchões disponíveis hoje no mercado. Para adquirir o seu, o primeiro passo é descobrir qual deles atende melhor às suas necessidades:

  • Inflável: O colchão inflável não é indicado para o uso rotineiro, pois pode prejudicar sua coluna e causar dores. Porém, são úteis para algumas ocasiões específicas. Por poder ser enchido e esvaziado, é um ótimo colchão para carregar para campings ou levar com você para passar alguns dias como hóspede em outra casa. Também é uma boa opção para as visitas que vieram de longe e vão passar a noite.
  • Espuma: Esse é o tipo mais comum de colchão, e também o mais acessível entre as opções para uso diário. Ele costuma agradar todos os tipos de pessoa, pois há modelos mais macios ou mais firmes. Também variam muito em tamanho e densidade. Se for escolher esse tipo de colchão, lembre-se de optar sempre por um produto de alta qualidade e que proporcione muito conforto.
  • Molas: Entre os colchões de mola, existem 3 subtipos: o de molas ensacadas, o de molas bonnel e o de molas verticoil. O primeiro tipo é mais indicado para colchões de casal, pois o seu movimento não afetará o movimento da pessoa ao lado. As molas bonnel, ao contrário das ensacadas, possuem alta flexibilidade, de modo que se você deitar com outra pessoa nesse colchão, ambas terão os movimentos afetados. Porém, apresentam uma firmeza ideal para sustentar a coluna, então podem ser uma boa opção para quem dorme sozinho. O último subtipo, molas verticoil, possui 30% mais molejo do que a mola bonnel.
  • Viscoelástico: O colchão de viscoelástico também é feito de espuma, porém tem um diferencial: a tecnologia especial desenvolvida pela NASA. Esse tipo de colchão é anatômico e se molda facilmente ao seu corpo. Porém, seu preço é mais alto em relação aos outros tipos.

Densidade

A densidade do seu colchão é um fator essencial para determinar quanto tempo ele vai durar. Adquirindo o modelo com a densidade ideal para seu peso e altura, o colchão provavelmente durará muito mais.

Mas se você escolher um nível de densidade inferior ao recomendado, seu colchão poderá ficar deformado mais facilmente.
Caso você precise de colchão para um casal, leve sempre em conta a pessoa com maior altura e peso.

A densidade é identificada pela letra D seguida de um número, como D28, por exemplo. Quanto maior esse número, mais denso é o colchão.

Medidas da cama

É claro que antes de adquirir seu modelo, se preferir comprar o colchão separado da cama, é essencial conferir as medidas. Para evitar surpresas desagradáveis, como colchões pequenos ou grandes demais, meça bem a sua cama antes de adquirir o produto.

Há, também, a opção de comprar cama box conjugada. Esse é um tipo de cama que se tornou muito popular nos últimos anos e une, em um mesmo produto, o colchão e a cama.

Esse modelo é mais prático, pois não é preciso medir, porém, caso o colchão estrague, você terá dificuldades para reaproveitar a cama.

Cama arrumada com almofadas, travesseiros e um edredom claro. Ao lado, há uma escrivaninha com objetos decorativos.

Sempre confira as medidas da cama antes de comprar o colchão. (Fonte: ErikaWittlieb/ Pixabay)

Seu peso e altura

As medidas do seu corpo vão afetar a escolha do colchão de duas maneiras. A primeira, e mais óbvia, é verificar se o colchão escolhido não fica pequeno para sua altura. Para isso, basta checar as medidas do colchão, como já dissemos, e comparar com a sua.

Além disso, é necessário conferir se a capacidade de peso aguentado pelo colchão é compatível com o seu.

Seu peso e altura também vão afetar em outras medidas: na densidade do colchão, conforme explicado acima.

Tecnologias

Hoje em dia é possível encontrar colchões com as mais variadas tecnologias. Se você busca mais do que um simples móvel macio onde você possa dormir, é necessário prestar atenção nesses detalhes.

Alguns colchões, por exemplo, são também massageadores. Imagina chegar em casa cansado e estressado após um longo dia de trabalho e ganhar uma massagem? É fácil! Escolha um colchão com essa tecnologia.

Existe, ainda, alguns colchões que utilizam a energia quântica. Eles possibilitam, através de um campo magnético, o rejuvenescimento da pele e protegem o corpo de doenças degenerativas.

Outro exemplo de como os colchões utilizam a tecnologia é o uso do infravermelho longo. Ele tem a capacidade de penetrar na pele e causar um efeito térmico que dilata os vasos sanguíneos capilares e promovem uma melhor circulação do sangue, além de ajudar o corpo a se livrar de toxinas.

O uso das tecnologias nos colchões pode trazer muitos benefícios para sua saúde e melhorar a qualidade do seu sono. Antes de adquirir seu modelo, pesquise sobre as tecnologias envolvidas. Se tiver um bom orçamento disponível, pode valer a pena.

Certificações

As principais certificações quando se trata de colchões são o selo do Inmetro e o Pró-Espuma do instituto INER.

Antes de adquirir qualquer modelo, é essencial verificar se ele possui o selo do Inmetro. Todos os colchões com as condições necessárias para oferecerem conforto e não prejudicarem a saúde de seus consumidores possuem esse certificado.

Podemos dizer que esse selo é praticamente obrigatório na escolha de um colchão de qualidade.
Já o certificado Pró-Espuma do instituto INER foi dado apenas para 5 marcas, que são testadas rigorosamente todo mês para continuarem mantendo seu nível de excelência.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?