Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

10Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

66Comentários coletados

Para quem deseja melhorar a sensação de conforto ao dormir, ter um bom colchão de solteiro D33 é algo fundamental, afinal, ter uma boa noite de sono é algo fundamental para termos energia e disposição para encarar a rotina.

Para auxiliar você a escolher a melhor opção entre os inúmeros colchões D33 disponíveis no mercado, a equipe da Sweetest Home preparou uma análise completa, com tudo o que você precisa saber antes de comprar seu colchão novo.

Primeiro, o mais importante

  • Antes de adquirir o seu colchão, verifique se a densidade D33 é suficiente para atender seu peso. Assim, você não corre o risco de sobrecarregar a espuma e danificá-la.
  • Confira o tamanho da cama e do colchão antes da compra, pois existem alguns padrões diferentes de tamanho de colchão de solteiro.
  • Verifique as indicações do fabricante sobre a manutenção necessária de seu colchão. Alguns exigem que você vire a peça periodicamente para evitar deformações na espuma.

Os melhores colchões de solteiro D33: Nossas recomendações

Comprar um colchão pode ser uma missão muito simples, afinal, à primeira vista basta considerar o tamanho da cama e o valor. Porém, com tantas opções no mercado, pode ser difícil escolher o colchão ideal. Por isso, separamos para você algumas opções.

A melhor opção para alérgicos

Com tratamento antiácaro e antifungo, este colchão oferece uma noite de tranquilidade para quem possui alergias respiratórias, já que o tecido de seu revestimento possui um tratamento antimicrobiano. Com certificação do INMETRO, você terá muito mais tranquilidade em seu sono.

Excelente opção para camas box mais largas

Com o padrão 88 x 188 x 77 centímetros, ele possui bordado em matelassê, que além de decorar o colchão, confere sensação de conforto extra ao revestimento de poliéster, de toque suave. Além disso, ele conta com tratamento antiácaro, para que seu sono seja muito mais relaxante.

O melhor para camas de solteiro tradicionais

Com 18 centímetros de altura e 88 centímetros de largura, ele é perfeito para camas tradicionais, que não necessitam de colchões tão altos. O tratamento antiácaro e antifúngico é reconhecido com selo de certificação do INMETRO, para que você tenha muito mais tranquilidade quanto ao acabamento do colchão.

Guia de compra

O sono é fundamental para o nosso corpo. Durante as horas de repouso recuperamos a energia utilizada durante o dia e nos preparamos para o próximo. Por isso, ter um cuidado especial na escolha do colchão onde dormiremos é essencial.

Além da densidade, é preciso estar atento a alguns fatores. Para auxiliar você, confira o nosso guia de compras com informações completas.

Imagem de mulher em cama de solteiro com lençóis brancos, deitada com um cachorro da raça pug.

Para garantir maior conforto durante o sono, vale a pena combinar o uso de um colchão D33 com lençóis de alta densidade (Fonte: Burst/ Pixabay.com).

Como se calcula a densidade de um colchão?

A densidade de um colchão é um dos fatores mais importantes a ser considerado no momento da compra de um colchão de espuma. Ela se refere a quantidade de material utilizado por métro cúbico de peça. E isso é importante pois quanto mais espuma for utilizada, maior será a resistência do colchão.

A medida é estabelecida por órgãos de inspesão, como o INMETRO e a ABNT. De forma geral, um colchão D33 possui 33 quilos de espuma por metro quadrado.

Qual a importância da densidade em um colchão de solteiro?

Quando se fala em colchão de espuma, uma das primeiras coisas a se considerar é a densidade, já que ela é a medida que indica a quantidade de peso suportado pela espuma, sem deformar.

Por isso, estar atento a densidade do colchão é algo fundamental, já que um colchão de baixa densidade pode deformar muito rapidamente, diminuindo a sua vida útil — além de causar problemas de saúde a longo prazo.

Ricardo DiasMédico

"O colchão muito macio não dá sustentação para a coluna durante a noite, deixando a coluna numa posição deformada, que pode gerar bastante dores ao longo do dia"

De forma geral, para escolher a densidade perfeita do seu próximo colchão, é preciso considerar o seu peso e altura. Então, confira a tabela abaixo para descobrir a densidade perfeita para o seu futuro colchão.

Peso Até 1,50 m De 1,51 até 1,60 m De 1,61 até 1,70 m De 1,71 até 1,80 m De 1,81 até 1,90 m Acima de 1,90 m
Até 50 kg D23 D23 ou D20 D23 ou D20 D20
De 51 a 60 kg D26 D26 ou D23 D26 ou D23 D23
De 61 a 70 kg D28 D28 ou D26 D28 ou D26 D28 ou D26 D26
De 71 a 80 kg D33 D33 ou D28 D33 ou D28 D28
De 81 a 90 kg D33 D33 ou D28 D33 ou D28 D28
De 91 a 100 kg D40 D40 ou D33 D33 D33
De 101 a 120 kg D45 D40 D40 D40 ou D33
Acima de 120 kg D45 D45 ou D40 D40

Quais as vantagens e desvantagens do colchão de solteiro D33?

O colchão D33 possui inúmeras vantagens. A principal delas é que por sua densidade ser mais elevada, é uma excelente opção para adolescentes e adultos, já que atende com eficiência pessoas maiores e mais pesadas.

Além disso, é possível encontrar colchões D33 a venda com facilidade e com um valor muito mais atrativo que colchões maiores, como os de casal.

Se desejar, é possível adquirir colchões com uma série de recursos extras, como massagem ou terapia magnética, que podem auxiliar você a relaxar ainda mais durante o sono.

No entanto, existem algumas desvantagens em adquirir um colchão D33. A principal dela é que eles não são recomendados para pessoas com mais de 100 quilos, pois podem deformar caso sejam expostos ao sobrepeso. Então, lembre-se sempre de respeitar o limite da densidade.

Vantagens
  • São fáceis de serem encontrados no mercado
  • Recomendado para adultos
  • Existem opções com recursos extras, como massagem
  • É possível encontrar colchões D33 antialérgicos
  • São mais baratos que colchões de casal
Desvantagens
  • Não é recomendado para pessoas acima de 100 kg
  • Pode deformar se você não respeitar o limite de peso

Qual o nível de conforto do colchão de solteiro D33?

Bastante elevada. A densidade do colchão permite que você desfrute de uma combinação de firmeza e maciez, perfeito para que você tenha uma noite de sono agradável.

E se você quiser ampliar a sensação de conforto, é possível combinar o uso de um colchão D33 com acessórios, como o pillow top — uma espécie de capa macia para o colchão, comumente utilizada em hotéis —, jogos de solteiro de alta densidade, edredom ou um travesseiro macio.

logo

logo

logo

Vale a pena investir em um colchão de solteiro D33 antialérgico?

Sim, vale a pena, principalmente se você possui alergias ou problemas respiratórios, já que com os tratamentos feitos no revestimento e espuma do colchão D33, as chances de você ter crises por ácaros no colchão tornam-se muito menores.

Porém, isto não exime os cuidados regulares, como realizar a limpeza periódica do colchão com um produto adequado ou aspirar o cômodo. Vale também investir em purificadores de ar para tornar o ambiente mais agradável para o seu sono.

foco

Você sabia que caso não deseje um colchão antialérgico, uma opção é utilizar uma capa no colchão. Assim, a manutenção da limpeza torna-se muito mais simples.

Critérios de compra: O que observar antes de comprar um colchão de solteiro D33

Como você pode perceber, comprar um colchão exige muito mais atenção e cuidado que apenas a atenção com o tamanho. Então, se você decidiu renovar o quarto de um adolescente ou adulto com um colchão de solteiro D33 novo, é bom estar atento a alguns detalhes importantes.

Para auxiliar você a escolher o colchão de solteiro D33 perfeito, confira abaixo alguns critérios e especificações técnicas que farão toda a diferença no momento da sua compra.

Material

No momento de escolher o colchão, vale a pena verificar o material utilizado no acabamento da peça, pois o tecido utilizado pode interferir diretamente na sensação de conforto e bem-estar durante o sono.

A atenção com bordados e costuras também é fundamental, afinal, estes acabamentos podem fazer a diferença quanto a durabilidade do colchão.

De forma geral, quanto maior for o cuidado com materiais e acabamentos, maior será o valor agregado ao colchão, portanto, mais caro ele será. Então, vale a pena considerar a relação entre o custo e o benefício da peça, já que um colchão que conta com excelentes materiais durará muito mais que opções mais econômicas.

Imagem de cama de solteiro coberta com lençol listrado em tons de cinza, em quarto com sofá e cômoda.

Os materiais utilizados no acabamento e revestimento do colchão fazem toda a diferença para a sua durabilidade. (Fonte: Manbob86/ Pixabay.com)

Dimensões

Existem dois padrões de colchão de solteiro. Um com 78 centímetros e outro com 88 centímetros de largura.

Quando se pensa em colchão de solteiro, é comum achar que todos possuem o mesmo tamanho, mas isso não é verdade. Existem dois padrões de colchão de solteiro. Um com 78 centímetros e outro com 88 centímetros de largura.

Por isso, é importante medir a largura da cama antes de adquirir um colchão D33, para evitar comprar algo menor ou maior que a sua necessidade e ter que recorrer a uma troca.

Confira também a profundidade necessária, já que existem colchões com diferentes tamanhos, que podem se adaptar melhor a camas do tipo box ou aos modelos mais tradicionais.

Peso suportado

Quando se trata de colchões de espuma, é importantíssimo estar atento ao peso de quem irá utilizar o colchão, já que caso ele seja sobrecarregado, pode deformar ou perder a firmeza rapidamente. Caso isso aconteça, a única solução possível é a troca.

Os colchões com densidade D33 costumam ser indicados para adolescentes e adultos, já que suportam até 100 quilos sem deformar. Eles possuem uma excelente relação entre firmeza e maciez, por isso tendem a durar mais tempo que opções de densidade mais baixa.

Imagem de cama de solteiro com roupa de cama estampada, coberta em tecido cor de rosa e livro. Ao lado há uma mesa lateral branca com outros livros dispostos.

Perfeitos para adolescentes e adultos, um colchão com densidade D33 ficará perfeito no quarto de um jovem (Fonte: Pexels/9152Imagens / Pixabay.com)

Tratamento do tecido

Além da qualidade do tecido, existem alguns detalhes do revestimento que devem ser observados. Tratamentos antiácaro, antifúngico e antialérgico podem garantir um conforto extra a pessoas que possuem problemas respiratórios.

Existem ainda colchões tratados especialmente para que sejam impermeáveis; uma opção perfeita para quem sofre com problemas de incontinência ou mesmo para os adeptos de petiscar na cama; afinal, ninguém gosta de dormir em uma cama molhada.

Uma dica essencial é sempre verificar se o fabricante possui selos de recomendação de órgãos de inspeção, como o INMETRO. Assim, você terá a certeza de que está adquirindo um produto de qualidade.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Redatora e psicóloga, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.