Ultima atualização: 26 de abril de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

18Horas investidas

3Estudos avaliados

78Comentários coletados

Nós passamos cerca de um terço de nossas vidas dormindo, por isso é essencial ter um colchão de solteiro de qualidade. Levando isso em consideração, o Sweetest Home preparou uma análise completa para você.

Esse tipo de colchão é perfeito para o quarto das crianças, adolescentes e solteiros que não dispõem de muito espaço. E, não se engane pelo tamanho, eles são muito confortáveis. Confira esses e outros benefícios em nosso artigo.

Primeiro, o mais importante

  • É possível encontrar colchões de mola ou espuma disponíveis no mercado.
  • Nos colchões de espuma, é importante estar a densidade. Quanto maior, mais pressão ele é capaz de suportar.
  • Muitos colchões são feitos para condições específicas, como os ortopédicos e antialérgicos.

Os melhores colchões de solteiro: Nossas recomendações para sua casa

À primeira vista, escolher um colchão pode parecer simples. Mas você já viu a variedade que há disponível no mercado hoje em dia? Veja aqui alguns exemplos que separamos para você.

Uma ótima opção para o quarto das crianças

Esse colchão de solteiro da BF é confeccionado em espuma D28, tecido bordado e fibras de poliéster tratadas com um poderoso agente antibacteriano. Certificado pelo INMETRO, ele suporta até 90 kg.

A melhor opção para quem gosta de viajar

O colhão inflável de solteiro da Nautika é uma ótima opção para pessoas com espírito aventureiro, ou se você costuma receber visitas inesperadas. Confortável e fácil de transportar, ele tem cobertura aveludada para maior conforto e acompanha a bomba de pressão para enchimento rápido.

A recomendação da redação para quartos de solteiro

Extremamente confortável, o colchão de solteiro MontBlanc da Castor é confeccionado em espuma D33 com 12,5 cm de espessura e um acabamento em debrum de alta qualidade. Medindo 15 cm de altura, 96 cm de largura e 230 cm de comprimento, ele encaixa bem mesmo em quartos menores.

Guia de compra

Poucas coisas nessa vida são tão importantes quanto ter uma boa noite de sono. Então, escolher um bom colchão é extremamente importante para garantir seu conforto.

Em nosso guia de compras, você vai encontrar tópicos recheados de informações e dicas importantes para ajudá-lo a escolher o colchão de solteiro ideal.

Imagem homem sentado em cama de solteiro enquanto lê um livro

Em um bom colchão é possível passar momentos marcantes em nossas vidas. (Fonte: Pexels/ Pixabay.com)

Como escolher o melhor colchão de solteiro?

A primeira coisa que você deve considerar ao comprar um colchão de solteiro é o espaço que você tem disponível e a cama onde ele será colocado.

É importante observar as dimensões do produto nas especificações do fabricante.

Por isso é importante observar as dimensões do produto nas especificações do fabricante.

Embora existem alguns padrões, eles podem variar em altura e até largura e comprimento. Falando em altura, outro passo é escolher se você quer um colchão de espuma ou de mola.

Os colchões de mola costumam ser mais altos, enquanto os de espuma variam muito de acordo com a densidade. E fique atento a esse termo, você ainda o verá muito a longo de nossa análise.

Vamos nos aprofundar nesses assuntos nos próximos tópicos. E, vale lembrar que o quarto e cama são praticamente nosso santuário dentro de casa, então veja algumas dicas da especialista para não prejudicar seu sono.

Vivien Schmeling PiccinFisioterapeuta e Psicóloga

"Se a pessoa leva trabalho para a cama, dorme com o computador ligado, acaba associando o leito com o ambiente estressante do dia a dia. O quarto deve ser um lugar condicionado para dormir."

Existem colchões de solteiro de diferentes tamanhos?

Sim, além das pequenas diferenças que podem resultar do acabamento do colchão, existem dois padrões de dimensões para os colchões de solteiro: O tradicional e o americano.

O mais usado é o tradicional, com 0,78 ou 0,88 centímetros de largura por 1,88 metro de comprimento. No padrão americano, as medidas mudam para 0,96 centímetros ou 1,0 metro de largura x 2,0 metros de comprimento.

Então, antes de comprar, verifique as medidas para que o colchão se encaixe perfeitamente na cama.

Imagem de quarto com colchão de solteiro decorado com travesseiros e almofadas

Em um colchão de solteiro, mesmo alguns centímetros a mais podem fazer toda a diferença. (Fonte: ErikaWittlieb/ Pixabay.com)

Quais as vantagens e desvantagens do colchão de solteiro?

Um bom colchão de solteiro tem suas vantagens, afinal ele ocupa menos espaço e costuma custar bem mais barato do que os colchões maiores.

Eles podem ser de espuma ou mola e é possível encontrar até mesmo opções portáteis, como os colchões infláveis, que são mais fáceis de transportar. Além disso, a roupa de cama também sai bem mais em conta.

E, claro, a maior desvantagem é o tamanho, já que pessoas muito altas podem ficar desconfortáveis. Como são feitos para uma pessoa só, acomodar dois adultos também pode ser um problema.

Vantagens
  • Ocupa menos espaço
  • É mais barato que colchões maiores
  • Podem ser de espuma ou mola
  • Existem opções portáteis e fáceis de transportar
  • A roupa de cama também é mais em conta
Desvantagens
  • Pode ser pequeno demais para pessoas mais altas
  • São feitos para apenas uma pessoa

Quais os diferentes tipos de colchão de solteiro?

Existem quatro categorias principais de colchões de solteiros. O mais comum é o tradicional, a opção mais comum disponível, podendo ser de espuma ou mola e com o melhor preço.

O colchão ortopédico custa um pouco mais caro quando comparado aos demais, mas ele é ótimo para quem sofre da coluna ou dores lombares. Isso porque ele é mais firme e deixa o corpo mais bem alinhado durante o sono.

O antialérgico é ideal para quem sofre com alergias, sinusites, rinites e outros problemas respiratórios, já que ele contém agentes antibacterianos que combatem os ácaros. Ele pode ser encontrado em uma baixa de preço intermediário.

Por último, temos o colchão inflável, perfeito para viagens. Ele pode ser inflado e esvaziado rapidamente, sendo muito mais fácil de guardar e transportar. Outra vantagem é o preço, que costuma ser bastante acessível.

Colchão tradicional Colchão ortopédico Colchão antialérgico Colchão inflável
Indicação de uso Crianças e solteiros Ótimo para quem sofre da coluna Ideal para os alérgicos Perfeito para viagens
Benefícios É a opção mais comum e disponível Ele é mais firme e deixa o corpo mais bem alinhado Benéfico para pessoas com alergias, sinusite ou rinite Pode ser inflado e esvaziado rapidamente
Preço É o mais barato do mercado Custa um pouco mais caro Está em uma faixa de preço intermediário É possível encontrá-lo por preços bem acessíveis

Qual o melhor: Colchão de mola ou de espuma?

Ambos os colchões oferecem diferentes padrões de qualidade, seja pela densidade da espuma ou a quantidade e o tipo de mola. Porém, podemos notar algumas diferenças gerais.

O de espuma, por exemplo, costuma custar bem mais barato do que os de mola. Porém, os de mola costumam ter uma vida mais longa, o que justifica o investimento.

Quanto ao conforto, o de espuma costuma ser bem mais firme do que o de mola, o que os torna ideais para quem sofre com dores de coluna. No colchão de mola, a pressão é mais distribuída conforme se move durante o sono.

No fim das contas, você deve levar essas dicas e consideração assim como todas as informações e dicas contidas em nosso artigo para encontrar qual é a melhor opção para suas necessidades, e para o seu bolso.

Independente de qual seja sua escolha, contar com bons travesseiros, um belo lençol e jogo de cama faz toda a diferença, tanto para decoração quanto para uma boa noite de sono.

Critérios de compra: O que analisar antes de comprar um colchão de solteiro

Ao longo de nossa análise você pôde ver várias dicas e informações de como escolher o melhor colchão de solteiro, mas com tantas marcas e opções disponíveis no mercado, é preciso considerar mais alguns critérios importantes.

Então, não deixe de conferir os tópicos abaixo com mais especificações técnicas que vão ajudá-lo a encontrar o colchão de solteiro ideal para que suas noites de sono sejam ainda mais agradáveis e confortáveis.

Tamanho

Como mencionamos anteriormente, existem dois padrões principais de colchões, o tradicional e o americano.

Mas, além desses tamanhos padronizados, existe outros fatores que você deve levar em consideração, como a altura do colchão, que é definido por sua densidade (nos colchões de espuma) ou as molas.

Alguns detalhes do acabamento, como costuras e bordados laterais também podem aumentar ligeiramente o tamanho, então considere bem todas essas especificações, principalmente se você não for colocá-lo em uma cama box.

Outra consideração ao escolher o tamanho o tamanho do colchão é considerar sempre sua altura e peso. Veja mais detalhes nos tópicos a seguir.

Imagem de cama de solteiro com bandeja de café da manhã

Colchões em camas mais altas são perfeitas para os adultos, mas para crianças o recomendável é que eles fiquem mais baixo. (Fonte: ErikaWittlieb/ Pixabay.com)

Densidade

A densidade se refere a quantidade de espuma por metro cúbico do colchão. Quanto maior ela for, maior será a pressão que ele é capaz de suportar.
Em outras palavras, o peso que ele aguenta sem se deformar. Veja mais detalhes abaixo:

  • D20: mais utilizado em berços ou camas infantis.
  • D23: ideal para pessoas com até 1,80 metro de altura e no máximo 50 quilos.
  • D26: perfeito para pessoas com até 1,80 metro de altura e no máximo 60 quilos.
  • D28: indicado para pessoas entre 1,80 e 1,91 metro de altura e peso até 70 quilos.
  • D33: feito para pessoas com mais de 1,90 metro de altura e que pesa entre 70 e 100 quilos.
  • D45 ou mais: para pessoas com mais de 1,90 metro de altura e mais de 100 quilos.

Tipo de espuma

E não é apenas a densidade que importa, o tipo de espuma também influencia bastante no conforto. Confira aqui os principais tipos utilizados pelos fabricantes:

  • Espuma aglomerada: É a espuma mais simples utilizada nos colchões. Ela é geralmente feita de sobras de espumas unidas com uma cola especial. Apesar de mais baratos, eles são os mais desconfortáveis.
  • Espuma látex: Essa espuma possui vários furos para que o colchão possa ventilar melhor, ajudando a evitar o aparecimento de fungos e do ácaro. Ela é bastante usada nos colchões antialérgicos.
  • Espuma viscoelástica: A famosa espuma desenvolvida pela NASA. Tecnológica, ele se adapta melhor ao corpo, não esfria e nem esquenta, permitindo que você desfrute suas noites de sono ao máximo.
  • Espuma memosense: Com alta densidade, essa espuma não deforma. Ela ainda combina todas as vantagens da espuma látex com as propriedades térmicas da viscoelástica, tornando-a a melhor opção.

Tipo de molas

Esses colchões combinam as propriedades da mola e da espuma para oferecer ainda mais conforto. Mas, antes de fazer a compra, é importante entender um pouco melhor sobre cada uma.

E vale lembrar a dica da densidade, onde quanto maior for o número de molas por metro cúbico, melhor será o colchão.

  • Molas ensacadas: São as mais tradicionais, além das mais procuradas. Isso porque elas deixam o colchão muito mais firme, acomodando melhor seu corpo conforme você se movimenta durante a noite.
  • Bonnel: Essas molas utilizam fios de aço e carbono, o que tornam o colchão mais resistente e confortável. Ela também costuma a ceder levemente para acomodar melhor seu corpo, voltando ao normal assim que você se levanta.
  • Verticoil: Elas são bem semelhantes aos colchões com molas Bonnel, mas nesse caso a quantidade por metro cúbico é maior, proporcionando um colchão mais firme e bem estruturado.
  • Molas LFK: São as molas mais resistentes encontradas nos colchões de mola, o que as torna perfeitas para pessoas mais altas ou com peso superior a 100 kg.
  • Superlastic/Multilastic/Ultralastic: Oferecendo maior resistência e distribuição do peso, essas molas contínuas são entrelaçadas e helicoidais no sentido horizontal, tornando-as um pouco mais firmes que as do tipo Bonnel.

Acabamento

Por último, mas não menos importante, o acabamento do colchão faz toda a diferença, mesmo se você considerar que ele vai ficar boa parte do tempo coberto por um jogo de cama.

É por isso que os fabricantes apostam não só em cores e texturas, mas também em diferentes tipos de costuras e bordados que não só deixam o colchão mais bonito, mas também mais resistente.

Quanto melhor for o acabamento do colchão, mais caro ele será, mas esse é um investimento, já que a tendência natural é que ele dure muito mais tempo sem rasgar ou se deformar.

(Fonte da imagem destacada: ErikaWittlieb/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Redatora e psicóloga, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.