Ultima atualização: 12 de fevereiro de 2021

Como escolhemos

17Produtos analisados

45Horas investidas

6Estudos avaliados

80Comentários coletados

Seja bem-vindo ao Sweetest Home. Hoje vamos falar sobre cofre mecânico, um dos melhores aliados da sua segurança e de seu patrimônio, e também do seu conforto.

Afinal, um cofre não oferece “apenas” múltiplas camadas de segurança, protegendo seus bens de diferentes tipos de ataques, mas também a tranquilidade de saber que apenas você terá acesso ao seus bens mais preciosos.

Neste Guia de Compra, listamos os melhores modelos de cofre mecânico, suas vantagens, desvantagens e mostramos os critérios a serem pensados na hora da compra, para que você escolha o modelo ideal. E sem segredos!




Primeiro, o mais importante

  • Saber o que você pretende armazenar e onde (cômodo e local) é imprescindível para escolher o modelo mais adequado.
  • O cofre mecânico abrange tanto fechaduras à chave como por segredo.
  • Os preços de cofre mecânico variam bastante, entre R$ 70 e R$ 2.000, muito pelo seu tamanho, material e sistema de segurança (fechadura).

Melhores modelos de cofre mecânico: Nossos favoritos

O cofre mecânico proporciona uma segurança maior para todos os seus bens de valor. Seja dinheiro, joias ou outros itens, é possível guardar esses objetos em casa. Para que você possa comprar com segurança de estar fazendo a melhor escolha, selecionamos alguns dos melhores para você:

Mini Cofre mecânico para dinheiro e joias

Feita pela Lorben, esse Mini Cofre pode ser aberto tanto com chave como com segredo. Acompanha chave reserva, tem pintura em epóxi de alta durabilidade e conta com orifício para moedas. É uma excelente opção para guardar cédulas, moedas, jóias e documentos pequenos.

Cofre mecânico para carro

Esse cofre da Safewell com trava mecânica é feito com uma placa de aço laminada e tem acabamento com pintura eletrostática em pó, que resiste à oxidação. Tem aparência parecida com um livro e é muito fácil de montar.

Caixa Cofre com segredo numérico

Essa caixa cofre da Vaultz abre e fecha com segredo numérico. Fabricada com cantos cromados, tem painéis muito resistentes que aumentam a durabilidade do produto.

Guia de Compra

Quando tratamos de objetos de valor, seja ele financeiro, sentimental ou os dois, nenhum cuidado é excessivo. Isso inclui a escolha do produto ideal para sua segurança.

Para tanto, te ajudamos neste Guia de compra a pensar no cofre mecânico que melhor se encaixe ao seu ambiente e que melhor proteja seus bens.

Imagem mostra um chaveiro fazendo a copia de uma chave. Ele está de cabeça baixa, em frente à uma máquina e uma parede repleta de chaves. Ao fundo, sua oficina.

A maioria dos modelos usam a chave tetra, a mais difícil de se copiar. (Fonte: Caio Resende/ Pexels)

O que é o cofre mecânico?

Um cofre nada mais é do que um compartimento ou uma câmara destinado à armazenar objetos de valor, que podem ser de cédulas de dinheiro à documentos, de diários pessoais à obras de arte diversas.

Para tal, os cofres têm um tamanho variável e, principalmente, são embutidos com um sistema de segurança, que garantem que apenas os detentores de códigos específicos possam abri-los.

Esses sistemas atuam majoritariamente em duas frentes: impedindo furtos dos objetos guardados nos cofres e, na pior das hipóteses, atrasando arrombamentos e aumentando a janela de resposta das equipes policiais e de segurança.

A inviolabilidade destes produtos reside, primeiro, em seu revestimento de metais reforçados e outros espessos, como concreto, e com o mínimo possível de pontos fracos. Depois, na existência de fechaduras nas portas, abertas apenas por chaves ou segredos, quando não os dois.

Os cofres com fechadura de chave são tão antigos quanto a invenção da chave em si, com relatos de formas mais primitivas no Egito Antigo, Grécia Antiga e Império Romano.

Os com segredos surgiram no século XIX, junto do conceito de caixa forte, isto é, compartimentos resistentes à diferentes intempéries e forças externas. Nestes, a fechadura se abre com uma combinação correta de números, que, simplificadamente, correspondem à “mini-chaves”.

Hoje, os dois são referidos como modelos de cofre mecânico.

Você sabia? O cofre “porquinho”, que popularizou o produto pelo mundo, surgiu no século XVIII através de uma confusão entre a palvra “pygg”, palavra inglesa para um tipo específico de cerâmica, e a palavra “pig”, inglês para “porco”.

Quais as vantagens e desvantagens do cofre mecânico?

As vantagens do cofre mecânico orbitam o advento do cofre em si e da sua “autossuficiência”, devido ao seu sistema de segurança.

Como um cofre, ele tem a vantagem de ser um dispositivo de segurança de revestimento inviolável, aberto de maneira não forçada apenas pelo detentor de sua chave ou seu segredo, resistente e compacto o bastante para ser escondido em cômodos e móveis.

Em relação a sua fechadura de funcionamento mecânico, o primeiro benefício é de que não necessita de nenhum cuidado exterior, como a necessidade de pilhas, alimentação de energia ou até a atividade de um servidor externo, no caso de cofres digitais bastante avançados.

Imagem mostra um close de a roleta e da maçaneta de um cofre antigo. É possível ver riscos e marcas de uso na carcaça do produto.

Resistente e autossuficiente: as grandes vantagens do cofre mecânico. (Fonte: Leeroy/ Stock Snap)

Isso faz com que seu uso seja mais prático, no sentido de sua manutenção, e mais seguro, no sentido de que inexistem falhas elétricas.

Suas senhas também são pré-fabricadas, e evitam a dor de cabeça de criar uma segura o bastante.

Fora que conta com mais opções viáveis de locais para serem escondidos - novamente, por não precisar de fontes de energia nem evitar condições prejudiciais a uma rede elétrica.

Suas desvantagens seguem a mesma lógica. O simples de fato de existir um cofre em seu quarto ou escritório pode chamar uma atenção desmedida, além de serem produtos bastante pesados e portanto nada móveis.

A fechadura mecânica também pode ter seus problemas. A primeira é a velocidade de abertura, retardada pela necessidade de precisão dos giros da roleta numérica, motivo que deixa o produto pouco indicado para pessoas com problemas de visão e deficiências motoras.

Depois, há a questão da memorização da senha. Se perdida, só pode ser alterada por um técnico especializado e a partir da comprovação da posse do cofre.

Por fim, numa comparação com os cofres digitais, os mecânicos estão num grau de segurança menor. Na teoria, necessitam de menos recursos e aprendizado teórico para serem abertos, apesar da “tarefa” requisitar um alto refinamento técnico.

Vantagens
  • Resistente e inviolável
  • Instalação e manutenção práticas
  • Anti-hacker e antifalha elétrica e eletrônica
Desvantagens
  • Pesado e pouco móvel
  • Abertura lenta e específica
  • Sem recuperação de combinação

Qual o melhor: Cofre mecânico de segredo ou chave?

A variedade básica entre os cofres é a citada acima, entre as fechaduras abertas por chaves ou por segredos, isto é, senhas inseridas em roletas numéricas. Sua diferença está mais da fechadura para fora do que para dentro.

Nos modelos com chave, a abertura é muito mais prática, sendo necessário apenas inserir e girá-la para abrir a porta do cofre. A maioria vem com uma chave reserva, para o caso da perda ou da inviabilização da original.

Por outro lado, é necessária apenas uma cópia da chave para abrir o compartimento. Seu uso, então, é mais indicado para bens privados ou sigilosos do que precisamente de valor.

Imagem mostra um porta-valor fechado, com uma chave na fechadura. O cofre repousa sob uma superfície áspera e sob notas e moedas espalhadas.

Modelos com abertura à chave são mais práticos, porém mais vulneráveis. (Fonte: Pixabay/ Pexels)

Os cofres mecânicos de segredo invertem a lógica. Mais seguros, abrem-se somente com a senha correta para aquela unidade, mas dependem da memória do seu usuário, assim como de um especialista para gerar uma nova combinação, caso seja esquecida ou comprometida.

Nesse caso, seu uso para objetos de valor é mais seguro, mas contra indicado para pessoas com problemas de visão, memória ou até de coordenação motora.

Chave Segredo
Segurança Média: Vulnerável pela cópia da chave Alta: apenas a senha correta abre a fechadura
Praticidade Alta: rápida abertura e com chave reserva Baixa: combinação específica e sem alteração da senha sem um técnico
Finalidade Bens sigilosos e privados Bens de valor

Quais as possibilidades de cofres disfarçados?

Em muitas ocasiões, a própria presença de um cofre chama mais atenção do que os objetos de valor em si. Assim, muitos usuários optam por esconder esses produtos, aumentando a sua discrição e criando uma camada extra de segurança.

Atendendo a demanda específica desse mercado, fabricantes passaram a produzir modelos pensados para serem ocultos ou disfarçados.

Há os modelos embutidos, cujas paredes do compartimento são acopladas à estrutura de um cômodo, como as paredes de um quarto, ou de um móvel, como uma escrivaninha, por exemplo.

Feitos sob medida, eles são mais indicados para serem instalados durante a reforma ou mesmo a construção de um imóvel, para que não fiquem marcas indicando sua presença.

Há também os disfarçados, cuja carcaça é moldada na forma de um móvel ou um produto comum, ou mesmo embutida nestes objetos. Muitos destes são feitos sob encomenda, mas há muitos pré-fabricados disponíveis. Os mais comuns são:

  • Relógio;
  • Tomada de parede;
  • Cama/Sofá;
  • Livro;
  • Prateleira;
  • Piso.

Há, por fim, os cofres específicos que variam em seu tamanho e composição, pensados para o armazenamento de objetos específicos. Os mais comuns são os porta-joias e os porta-valores.

Imagem mostra um porta-valor aberto, com a chave na fechadura e notas e moedas e seu interior. Ele está sob uma superfície áspera e sob notas e moedas espalhadas.

Os cofres específicos mais populares são os para dinheiro e jóias. (Fonte: Pixabay/ Pexels)

Quanto custa um cofre mecânico?

A faixa de preço do cofre mecânico tem uma variação enorme. É possível, para se ter noção, encontrar modelos por R$ 70 e por R$ 2.000.

Muito disso é pela infinidade de tamanhos, pensados para atender armazenamentos desde cédulas a grandes quantidades de documentos e até obras de arte de maior porte, como quadros e esculturas medianas.

Onde comprar um cofre mecânico?

Você pode encontrar variedades de cofres de qualidade em lojas físicas de casa e construção como a Leroy Merlin, ou mais opções de designs, sem perder em qualidade, em lojas como a Imaginarium.

Se, no entanto, você preferir comprar seu cofre no conforto de sua casa, sem perder em variedade e qualidade, lojas online como Amazon.com.br, Mercado Livre, além das versões para web das lojas citadas acima, devem prover o que você precisa.

Todos os produtos do Ranking são encontrados no site da Amazon.

O cofre do banco contém apenas dinheiro. Frustar-se-á quem pensar que nele encontrará riqueza.” - Carlos Drummond de Andrade, Escritor e Poeta

Critérios de Compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de cofre mecânico

Montamos uma lista com critérios a serem pensados na hora da compra, para guiar a sua escolha pelo modelo de cofre mecânico ideal. São pontos a serem refletidos antes da tomada de decisão, certamente, farão grande diferença na hora de escolher:

Agora, vamos detalhar cada um dos critérios, para que sua escolha seja a mais embasada possível.

O que armazenar

Saber, de antemão, o que exatamente você pretende armazenar é essencial para escolher o melhor cofre mecânico possível. A começar, a informação vai ditar o nível de segurança do modelo, como a sua fechadura.

Por lógica, bens de maior valor pedem um sistema de proteção mais reforçado. Em cofres mecânicos, isso quer dizer uma fechadura por segredo, ou até uma fechadura dupla, por segredo e por chave.

O material armazenado também guia o tamanho mínimo do modelo. Um cofre para armazenar dinheiro precisa ser muito menor do que um para armazenar obras de arte, por exemplo.

Local do cofre

O local em que ficará o cofre é outra informação de suma importância. O local quer dizer tanto o tipo do imóvel, entre residencial, comercial, etc., como o cômodo, seja um quarto, um escritório, uma sala.

Antes de tudo, esse local estabelece o tamanho máximo do modelo, obviamente, dentro dos limites do cômodo e do espaço disponibilizado.

Depois, e mais importante, a informação define qual o melhor tipo de cofre mecânico, entre um cofre simples, um embutido, um disfarçado ou até um específico.

Para uma sala comum, por exemplo, um cofre disfarçado é mais recomendado, enquanto para um quarto, um embutido talvez seja a melhor opção.

Para escritórios, um cofre específico para dinheiro e documentos, como um porta-valores, que possa caber em uma gaveta, para um uso mais pessoal, ou um disfarçado de piso, para uso geral.

Imagem mostra um buraco numa parede, que revela um cofre mecânico embutido.

Cofres embutidos são mais indicados para casas e outros imóveis residenciais. (Fonte: Gabriel Wasylko/ Unsplash)

Volume

Além das dimensões externas, altura, comprimento, largura, espessura, o volume é um aspecto a se notar antes da compra. Principalmente para objetos de tamanho mediano, há um volume correto.

Os valores mais comuns são 26 litros, para modelos pequenos, 30 à 46 litros em modelos médios e 50 litros ou mais para os maiores.

Peso e proteção extra

Outro aspecto que pode ajudar a decidir entre modelos de cofre mecânico é o seu peso, além da presença ou não de proteção extra.

O peso, se alto, é quase uma camada a mais de segurança, já que dificulta a sua extração, apesar de tornar sua instalação menos prática.

Quanto à proteção extra, ela pode vir como um material antifogo ou anti-impacto, entre outros, e só tem a agregar para o seu modelo. Sua única ponderação, nesse caso, é o preço, que aumenta.

(Fonte da imagem destacada: Moja Msanii / Unsplash)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas